A unidade de produção de umas maiores fábricas de confecções de Campina Grande vai fechar as portas, e deixar pelo menos 400 trabalhadores desempregados na cidade.  A empresa Coteminas, está encerrando parcialmente as suas atividadades. A informação foi confirmada pela  presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Fiação e Tecelagem de Campina Grande (SindText), Ana Paula Alves.

Em entrevista a Rádio Correio FM,  nesta segunda-feira, 20, Ana destacou que o setor de tecelagem da Coteminas está sendo fechado já este mês e apenas algumas pessoas serão remanejadas para as cidades de João Pessoa, na Paraíba, e Montes Claros, em Minas Gerais.

O setor de tecelagem será implantado em outras cidades e no lugar ficará apenas o de fiação.

– A empresa disse, e ficou decidido em reunião, que haverá um banco de dados para as pessoas que forem demitidas. À medida que o setor de fiação for crescendo, essas pessoas que foram demitidas serão chamadas – frisou.

Ana Paula frisou que os trabalhadores da tecelagem já estão de aviso prévio e que o argumento da empresa para o fechamento do setor foi a crise econômica que o Brasil vive atualmente e, consequentemente, a diminuição de vendas da matéria-prima.

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Concursos com editais publicados oferecem 301 vagas na Paraíba

Pelo menos 301 vagas são oferecidas em cinco editais de concursos publicados na Paraíba nesta semana de 17 a 24 de novembro. As vagas estão sendo ofertadas pelas prefeituras de…