A Paraíba o tempo todo  |

Site diz que porta-voz da CAOA negou investimentos de montadora na PB

MAL ENTENDIDO: Site nacional diz que porta-voz da CAOA negou investimentos de montadora na Paraíba

Uma notícia publicada no site ww.automotivebusiness.com.br colocou uma pulga atrás da orelha dos paraibanos. De acordo com a matéria, o porta-voz do Grupo CAOA teria desmentido a notícia de que uma montadora de veículos seria instalada na Paraíba pelo Grupo.

Conforme a matéria, todo o ‘mal entendido’ teria sido provocado pelo comercial de TV que, por um erro no texto final, prometeu investimentos em nova fábrica na Paraíba, gerando grande especulação na imprensa local e expectativa por parte da população.

O controlador do Grupo CAOA, empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, participou ao vivo do programa Correio Debate, do Sistema Correio, e confirmou a instalação da fábrica, prevendo até mesmo a geração de cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos com o empreendimento.

Políticos da Paraíba também entraram em cena tentando faturar em cima do possível novo investimento do Grupo no Estado e até mesmo tendando influenciar sobre o local para instação dessa que seria a primeira montadora local de veículos.

Fontes ligadas ao próprio Grupo deixaram escapar que o anúncio oficial sobre qual a nova marca de veículo passaria a ser representada pelo Grupo no Brasil, a partir da fábrica na Paraíba, seria no próximo dia 25 e que a marca escolhida seria a chinesa Great Wall.

Coincidência ou não, a Great Wall já tem processo autorizativo junto aos órgão brasileiros para fabricação nacional de quatro modelos.

A notícia do automotivebusiness.com.br pareceria completamente sem sentido se não fosse por dua informações: primeiro, que apesar de ter falado muito, o controlador da CAOA não disse em que município a fábrica seria montada e nem qual a marca escolhida. Em tese, esses são os dois primeiros itens definidos antes de se anunciar uma nova montadora.

A segunda informação é a de que o Grupo CAOA mantém contrato de exclusividade com a Hyundai, que o impede de fabricar ou representar qualquer outra marca. O Grupo também é importador oficial no Brasil da japonesa Subaru e têm concessionárias Ford, mas essas relações são toleradas pela empresa coreana porque já existiam antes de o acordo de representação no Brasil ser firmado com Andrade.

O porta-voz da CAOA, segundo o mesmo site, explicou que toda a confusão foi por causa de um engano no texto do filme publicitário, que apresenta de maneira geral as operações e os investimentos da Caoa no Estado.

Andrade começou sua carreira no setor automotivo como concessionário Ford em Campina Grande, no interior da Paraíba. Ele nunca escondeu seu desejo de fazer uma fábrica em seu Estado de origem. Entretanto, essa iniciativa nunca teria ido além de estudos.

A matéria termina informando que montadoras chinesas com planos de vender seus veículos no Brasil já procuraram Andrade, por causa da fama que ele conquistou ao construir a boa reputação da Hyundai no País e impulsionar as vendas da marca. Entretanto, nunca houve entendimento para consolidar a vinda dessas novas marcas.

 

Correio  com informações do site http://www.automotivebusiness.com.br

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe