O Senado dos Estados Unidos aprovou o plano de estímulo econômico proposto pelo governo do presidente Barack Obama, com valor de cerca de US$ 838 bilhões.

Pela votação, 61 parlamentares votaram à favor do pacote e 37 votaram contra.

O plano aprovado hoje no Senado ainda terá que ser conciliado com a versão de US$ 819 bilhões, que foi aprovada na Câmara de Representantes (Deputados) no dia 29 de janeiro.

Para isso será criada uma comissão com representantes das duas casas, indicados pelas lideranças partidárias, que terão que resolver as diferenças entre as duas legislações e criar um projeto comum.

Caso os legisladores atinjam um acordo, a Câmara e o Senado terão que votar a proposta conciliada.

Em caso de aprovação nesta nova fase, o plano econômico seguirá para sanção ou veto do presidente Barack Obama, que já anunciou publicamente que espera poder colocar a lei em prática até o dia 16 de fevereiro.

Segundo o presidente, a intenção com o estímulo é gerar de 3 milhões a 4 milhões de empregos e evitar uma recessão prolongada da economia americana.

Agência JB Online

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário