A Paraíba o tempo todo  |

Salário mínimo de R$ 465 entra em vigor neste domingo

Entra em vigor neste domingo (1º) o novo salário mínimo, que passa de R$ 415 para R$ 465. O valor corresponde a um reajuste de 12%, incluindo a inflação dos últimos doze meses e um percentual de 6,39% de ganho real. O reajuste terá reflexo no início de março, quando normalmente são pagos os salários de fevereiro.  

Entra em vigor neste domingo (1º) o novo salário mínimo, que passa de R$ 415 para R$ 465. O valor corresponde a um reajuste de 12%, incluindo a inflação dos últimos doze meses e um percentual de 6,39% de ganho real. O reajuste terá reflexo no início de março, quando normalmente são pagos os salários de fevereiro.

Além do salário-mínimo, também passam a valer os novos valores do seguro-desemprego e do abono salarial. O valor médio do seguro passa de R$ 564,40 para R$ 632,40. Já o abono terá o mesmo valor do salário mínimo, R$ 465. O ministro aposta que os reajustes dos dois benefícios também poderão contribuir para aquecimento do mercado.

Segundo os cálculos do Ministério do Trabalho, o reajuste do salário mínimo beneficiará aproximadamente 25 milhões de trabalhadores formais e informais, que recebem até um salário por mês, além de cerca de 17,8 milhões de pessoas que recebem até um salário mínimo como benefício previdenciário ou assistencial pago pela Previdência Social, num total de 42 milhões de beneficiados.

De acordo com o ministro Carlos Lupi, o reajuste significa uma injeção de cerca de R$ 21 bilhões na economia brasileira.

O valor do novo mínimo havia sido negociado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva com as centrais sindicais em 2008 e foi confirmado pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, na terça-feira passada (27), durante o anúncio de corte provisório do Orçamento de 2009. O corte anunciado – o maior de ambos os mandatos do presidente Lula – foi de R$ 37,2 bilhões.
 

G1

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe