A recuperação da economia mundial provavelmente não ocorrerá no final deste ano, como havia sido estimado anteriormente, em parte devido ao lento progresso da estabilização dos sistemas bancários, afirmou o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn.
 

"A recuperação mundial que prevíamos para o final do ano de 2009 – ou para o início de 2010 – agora foi adiada para 2010, partindo do pressuposto de que as políticas corretas serão implementadas", avaliou Strauss-Kahn. Apesar de os países terem adotado as sugestões do FMI na implementação de pacotes de estímulo, o processo de reestruturação dos bancos caminha de forma vagarosa, acrescentou.

 

Ele mostrou desapontamento particularmente com os países europeus, afirmando estar "um pouco preocupado com a velocidade da resposta coordenada de que precisamos."

 

Em janeiro, o FMI revisou em baixa a previsão de crescimento da economia mundial, calculando expansão de 0,5% para este ano e uma recuperação gradual para 3% em 2010. Strauss-Kahn disse que mesmo aquelas "projeções sombrias" agora parecem muito otimistas. O FMI divulgará estimativas atualizadas em abril. As informações são da Dow Jones.

 

estadao.com.br

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ninguém acerta Mega-Sena e prêmio acumula para R$ 35 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.226, realizado na noite desta terça (21), em São Paulo. O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 02 – 04 – 07 –…

Mega-Sena pode pagar R$ 35 milhões nesta quinta

O concurso 2.227 pode pagar um prêmio de R$ 35 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre nesta quinta (23) em São Paulo (SP). A aposta mínima…