A Prefeitura de Campina Grande deu início a mais um Programa de Recuperação Fiscal e Parcelamento de Créditos da Fazenda Pública do Município, o REFIS. A medida está prevista na Lei Complementar 133, elaborada pela Procuradoria Geral do Município (PGM), aprovada pelo Legislativo e sancionada pelo prefeito Romero Rodrigues. 

O objetivo é facilitar o acesso dos contribuintes inadimplentes ao poder público municipal, dando a todos a oportunidade de renegociar os seus débitos, estejam eles inscritos ou não na dívida ativa do município. 

O REFIS 2019 irá perdurar por 60 dias e através dele os contribuintes poderão renegociar débitos oriundos do IPTU, ISS, multas de trânsito e referentes a autuações do Procon municipal. 

Com o programa é possível quitar débitos em quota única ou parcelar em até 120 vezes, dependendo do tipo de dívida. Os contribuintes que pagarem em quota única terão descontos de 100% no valor de juros, correção monetária e de multas por atraso. 

“O REFIS é uma oportunidade que o poder público dá para que aqueles que estão inadimplentes possam regularizar a situação e, ao mesmo tempo, voltarem a ter acesso a créditos e movimentar a economia da cidade”, lembrou o procurador geral do município de Campina Grande, José Fernandes Mariz. 

Podem aderir ao Programa tanto pessoas físicas como jurídicas que tiverem débitos com a Fazenda Municipal vencidos até o dia 31 de dezembro do ano passado. Estes débitos, porém, não poderão ter sido objeto de REFIS em anos anteriores.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Contemplados do Aluízio Campos vistoriam imóveis nesta terça-feira em CG

As pessoas contempladas com casas e apartamentos no complexo habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande, começarão a conhecer os imóveis sorteados a partir desta terça-feira (17). De acordo com o cronograma elaborado…