O grupo japonês de eletrônica Pioneer anunciou nesta quinta-feira que demitirá 10.000 funcionários em todo o planeta, incluindo 4.000 contratos de trabalho temporários, em uma tentativa de restaurar a rentabilidade, abalada pela crise econômica mundial.

A empresa anunciou ainda uma previsão de prejuízo líquido recorde de 130 bilhõesd de ienes (1,42 bilhão de dólares) no ano fiscal 2008-2009, que termina em março.

Somente no terceiro trimestre do ano fiscal, a Pioneer registrou prejuízo líquido de 26,15 bilhões de jenes (281 milhões de dólares), contra um lucro líquido de 1,7 bilhão de ienes no mesmo período no ano anterior.

O grupo anunciou que vai realizar "reestruturações drásticas" na divisão de eletrônica para o grande público e se transformará em uma empresa especializada em produtos eletrônicos para automóveis. A empresa planeja, em particular, deixar completamente o mercado de televisores antes de março de 2010.

As medidas se traduzirão em 6.000 demissões em todo o mundo, além da não renovação de 4.000 contratos de trabalho temporários, explicou a Pionner em um comunicado.

 

Agência AFP

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Tarifa de energia elétrica na Paraíba vai ter redução média de 4%

Boa notícia para o bolso. A tarifa de energia elétrica para os consumidores da Paraíba vai ficar em média 4,27% vai barata a partir do dia 28 de agosto. O…

Prefeitura de Campina Grande abre consulta sobre cidades inteligentes

Cidadãos podem participar enviando mensagens e vídeos sobre o que esperam de uma cidade inteligente até o dia 26 de agosto Cidades inteligentes não são apenas um sonho do futuro.…