Por pbagora.com.br

O Produto Interno Bruto (PIB) do Japão caiu 4% no primeiro trimestre de 2009 e 15,2% em relação ao mesmo período do ano passado, informou o governo nesta quarta-feira.

A principal causa da queda do PIB da segunda economia do planeta foi o recuo nas exportações, como consequência da crise mundial, destacou o governo.

 

O resultado representa a queda mais forte desde que o Japão começou a medir as estatísticas sobre o Produto Interno Bruto, em 1955.

 

Esta é a primeira vez, desde 1945, que o Japão registra quatro trimestres consecutivos de contração econômica.

O recuo é inclusive mais severo que o registrado no primeiro trimestre de 1974, durante o choque do petróleo, quando o PIB japonês caiu 13,1%.

Além da queda nas exportações, o Japão enfrenta ainda uma clara redução no consumo interno. Os dois são os motores da economia japonesa.

Um grupo de 20 economistas ouvido pelo jornal Nikkei havia previsto, em média, uma queda de 16% do PIB anual ao final do primeiro trimestre de 2009.

 

Queda mais forte

A alta dependência japonesa de indústrias voltadas à exportação para crescer fez com que o país mergulhasse numa recessão mais profunda do que outros países em meio à crise econômica global.

A economia da zona do euro encolheu 2,5% entre janeiro e março, enquanto a economia dos Estados Unidos se contraiu numa taxa anualizada de 6,1%.

Uma recuperação das exportações e da produção industrial gerou expectativas de que a economia possa registrar algum crescimento nos próximos dois trimestres, mas analistas esperam que qualquer recuperação seja frágil, pois muitas empresas demitiram e reduziram investimentos, afetando a demanda interna.

G1

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sine está178 vagas de emprego disponíveis em João Pessoa a partir desta segunda-feira

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de João Pessoa está com 178 vagas de emprego disponíveis a partir desta segunda-feira (26) até o dia 30 de outubro, para os níveis…