Por pbagora.com.br

Outubro chega elevando mais uma vez o custo do orçamento doméstico e novamente o vilão é o gás de cozinha que passa de R$ 50,00 para R$ 55,00. Depois do reajuste de 11 % aplicado no início do mês, a Petrobrás confirma para começar a valer a partir desta quinta-feira, dia 1º de outubro outro aumento de 10 % no preço do produto.

Esse percentual que deixa o botijão de gás GLP (13 kg) R$ 5,00 mais caro, corresponde ao aumento da pauta fiscal e o reajuste de 15 % anunciado pela Companhia em 1º de setembro e que já foi incorporado ao preço final pelos revendedores a tabela em vigor.

No reajuste anterior de 11 % o botijão passou de R$ 45,00 para R$ 50,00. A diferença, segundo a direção do Sinregas – PB, correspondeu à soma das despesas de custeio referentes ao ano de 2015, onde se destacam as altas na tarifa de energia elétrica e o dissídio coletivo dos funcionários.

Na área da grande João Pessoa existem aproximadamente 300 postos de revenda legalizados do botijão de gás de cozinha, enquanto que em todo o estado existem em funcionamento cerca de 1.300 pontos de comercialização distribuídos do litoral ao sertão.

O Sinregás-PB chama a atenção da população quanto à importância de adquirir o produto em pontos de comércio regulamentados, uma vez que atendem aos padrões de saúde e segurança que são exigidos pelo Código de Defesa do Consumidor e sempre exigir o cupom fiscal na hora da compra.

 

Assessoria

Notícias relacionadas

Caixa libera nessa sexta-feira novo saque do auxílio emergencial

Nascidos em novembro terão acesso ao saque de valores referentes ao primeiro depósito do novo lote do Auxílio Emergencial hoje (14), quando a Caixa Econômica Federal libera também a transferência…