Por pbagora.com.br
 
 

A pandemia do Covid-19, afetou a economia e a saída dos empreendedores foi buscar créditos para evitar a falência. Só que a burocracia tem atrapalhado a liberação dos recursos. Na Paraíba apenas 9,3% dos empreendedores paraibanos que procuraram empréstimos durante o período de pandemia conseguiram. É o que aponta a pesquisa “O impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios”, produzida pelo Sebrae em parceria com a FGV. Do restante dos entrevistados, cerca de 39,7% dos ainda estão aguardando resposta e 50,9% não conseguiram.

O levantamento foi feito por meio de pesquisa online e, no estado, contou com 284 entrevistados entre o período de 29 de maio e 2 de junho. O número de empreendedores paraibanos que conseguiram empréstimos é,inclusive, inferior ao registrado no Brasil, onde 16,3% conseguiram o crédito.

Entre as razões apontadas na pesquisa para os empresários não terem conseguido o crédito, desponta como motivo o fato da empresa estar negativada no CADIN/Serasa, com 39,8% e o CPF estar negativado ou com restrição (8,7%).

Redação