A Paraíba o tempo todo  |

Com menor produção de abacaxi em 10 anos PB ainda é o 2º maior produtor do país

A Paraíba registrou a menor produção de abacaxi em 10 anos, em 2020, mas permanece como o 2º maior produtor do país. Pelo menos é o que aponta a Pesquisa Agrícola Municipal (PAM) 2020, divulgada nesta quarta-feira (22), pelo Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE). Apesar disso, o estado permaneceu como o 2º maior produtor do fruto no Brasil, atrás apenas do Pará.

Em 2020, o valor da produção paraibana de abacaxi foi de cerca de R$ 318,9 milhões, sendo o segundo maior do país e representando, aproximadamente, 46,3% do valor total da produção do Nordeste e 13,6% do brasileiro.

No estado, os principais produtores de abacaxi em 2020 foram: Itapororoca, com 63 milhões de frutos; Pedras de Fogo, com 60 milhões; Araçagi, com 49,5 milhões; Santa Rita, com 22,5 milhões; e Lagoa de Dentro, com 12,6 milhões.

Apesar disso, no último ano, as lavouras paraibanas produziram 272,2 milhões de abacaxis, representando uma queda de 11,3% em relação a 2019, quando o total havia sido de 307,1 milhões de frutos.

Tanto a área colhida, como a plantada assinalaram recuos de 10%, em 2020. De um total de aproximadamente 10 mil hectares, a área colhida diminuiu para 9 mil ha.

O levantamento tem pouca mudança em relação aos dados anteriores. Em 2019, a Paraíba se tornou o 2º maior produtor de abacaxi do país, conforme o IBGE. Em comparação com a produção de 2018, quando foram produzidos 334,8 milhões de frutos no estado, houve uma queda de 8,3%.

Com 307,1 milhões de frutos produzidos, o estado foi responsável por 18,9% de toda a produção brasileira de abacaxi, atrás apenas do Pará, com 311,9 milhões. O levantamento apresentou informações sobre os principais produtos da agricultura nacional, como área plantada e colhida, quantidade produzida, valor da produção e rendimento médio obtido.

Apesar de ocupar uma das primeiras posições no ranking nacional, frente a 2018, quando a produção paraibana foi de 334,8 milhões de frutos, houve queda de 8,3%. Nesse mesmo período, a pesquisa também constatou uma redução de 7,8% no total da área colhida desse produto.
Entre os municípios do estado, os principais produtores de abacaxi em 2019 foram Pedras de Fogo, responsável por 82,5 milhões de frutos; Itapororoca, 69 milhões; Araçagi, 48 milhões, Santa Rita, 24 milhões; e Lagoa de Dentro, 12,3 milhões.
No último ano, o estado registrou ainda o maior valor de produção do país das lavouras de abacaxi, somando R$ 322,1 milhões.

Algodão
Já a quantidade produzida de algodão herbáceo em caroço, na Paraíba, cresceu 209,2%, em 2020, quando comparada a 2019. O total produzido passou de 1,1 mil toneladas (t), no ano anterior, para 3,6 mil t, no último – a 11ª maior do país.

Também foi verificado avanço, de 141,2%, na área colhida dessa cultura, que passou de 911 hectares, em 2019, para 2,1 mil ha, em 2020. O valor total da produção paraibana foi de R$ 8,6 milhões, no último ano.

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe