No rumo certo, a Paraíba continua a ser destaque nacional na geração de empregos e conseguiu a segunda posição do Nordeste no mês de agosto, ficando atrás apenas de Pernambuco. Foi o melhor desemprenho do ano e o estado ficou em 5º lugar entre as 27 Unidades Federativas do País, no saldo de emprego.

Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira (25) pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, o mercado de trabalho paraibano registrou saldo de 6.770 postos de trabalho, resultado da criação de 16.710 admissões contra 9.940 desligamentos.

Os setores de agropecuária (3.039) e indústria de transformação (3.029) foram os que mais geraram empregos no mês de agosto no Estado, seguido pelos setores de serviços (668) e comércio (199). Apenas a construção civil (-210) registrou queda entre as atividades.

Todas as cinco regiões do país apresentaram saldo de emprego positivo em agosto. A região Sudeste (51.382) liderou seguida do Nordeste (34.697) e, mais atrás, de Sul (13.267); Centro-Oeste (11.431, 0,35%) e a Norte (10.610). O País gerou saldo positivo com 121.387 novos postos de trabalho no emprego formal em agosto.

Ranking dos 10 estados que mais geraram emprego no País

ESTADOS – SALDO DE EMPREGO

São Paulo  33.298

Rio de Janeiro  11.810

Pernambuco  10.431

Paraná  8.726

PARAÍBA  6.770

Santa Catarina  6.529

Pará  6.111

Minas Gerais  5.895

Ceará  4.525

Goiás  4.054

Fonte: Caged/Secretaria do Trabalho/Ago/2019

 

Redação

 

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 21,5 mi no próximo concurso

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.199 da Mega-Sena, realizado neste sábado. O próximo sorteio pode pagar R$ 21,5 milhões. As dezenas sorteadas foram: 15 – 23 –…