Como avaliar os efeitos da quarentena do Covid-19 para a economia paraibana? Talvez a resposta mais certa seja escutando cada setor e nesse sentido, o portal escutou segmentos econômicos. Por exemplo, para o ramo de motoristas por aplicativo, a queda nas corridas já é significativa, revela o presidente da Associação dos Motoristas de Transporte Privados e Individuais da Paraíba, Fernando Barros.

“Estamos parados, porque quase não aparece solicitação”, contou o presidente Fernando Barros. Em virtude disso, o presidente da Associação dos Motoristas de Transporte Privados e Individuais da Paraíba recomendou aos associados o interrompimento as atividades durante a quarentena, a fim de resguardar suas saúdes. “Infelizmente, as empresas não deram nenhum tipo de assistência para os motoristas, como aconteceu em outros países. Foi muito difícil pedirmos para que eles parassem. Mas acreditamos ser o mais prudente neste momento”, destacou barros.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os profissionais autônomos representam 31,5% da mão de obra trabalhadora na Paraíba.

 

Redação

 

Deixe seu Comentário