O ministro da Economia, Paulo Guedes, ponderou sobre uma dificuldade de manter o equilíbrio entre Saúde e Economia, falando que se de um lado existe a preocupação com a produção do país, do outro existe o receio à contaminação do novo coronavírus, que pode levar o sistema público de Saúde a um colapso. Em reunião com prefeitos da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Guedes falou sobre uma estimativa de três meses de isolamento social no combate ao vírus, mas pontuou que no prazo a economia que pode entrar em colapso.

“Como economista, eu gostaria que nós pudéssemos manter a  produção e voltar mais rápido. Eu, como cidadão, seguindo o conhecimento  do pessoal da (área da) Saúde, ao contrário: aí eu já quero ficar em casa e fazer o isolamento. Essa linha de equilíbrio é difícil. Mas é coisa de dois, três meses, vai rachar para um lado ou para o outro. Ou funciona o isolamento em dois meses, ou aí vai ter que liberar (a produção), porque a economia não pode parar também senão desmonta o Brasil todo”, disse.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pagamento do auxílio emergencial continua hoje; saiba quem recebe

Novos lotes do auxílio emergencial da primeira parcela, para novos aprovados, quanto da segunda, para quem recebeu a anterior até 30 de abril, são pagos nesta terça-feira (26) pela Caixa…

Pesquisa aponta que 89,7% dos pequenos negócios da PB foram impactados por Covid-19

Uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) aponta que 89,7%  dos pequenos negócios paraibanos já registraram impactos no seu funcionamento em razão da pandemia…