Os mercados asiáticos caíram nesta sexta-feira, seguindo atendência de baixa da bolsa americana Wall Street, que apresenta os piores números desde 1997, informou a rede americana CNN.

A bolsa japonesa Nikkei teve perdas médias de 3,5% no pregão da tarde e o índice australiano All Ordinaries caiu 1,2%. Em Seul, a Kospi teve queda de 0,3%, em Hong Kong a baixa foi de 1,3%.

Segundo especialistas as grandes empresas não tem conseguido reagir ao cenário de perdas, o que mostra que a situação pode piorar ainda mais.

As ações caíram na abertura do pregão e continuaram em baixa com as vendas aceleradas. Um cenário que tem sido observado desde outubro de 2007, com o colapso no crédito que deu início à recessão.

No fechamento do pregão dessa quinta-feira, a Down Jones acumulou, neste ano, perdas de quase 25%, o pior começo de ano, nos 113 anos, desta bolsa americana. Desde que começou a ter perdas recordes em outubro de 2007, já foram acumuladas prejuízos de 53%.

A queda diminuiu no mercado, na esperança de que o anúncio do plano de recuperação chinês pudesse ser maior do que os US$586 bilhões previstos, ou de que pudesse ajudar no estímulo do mercado global, o que não se confirmou.

Preocupações com a General Motors também tiveram seu peso no mercado de ações nessa quinta. A empresa tem apresentado perdas consecutivas no curso da recessão além de já ter recebido mais de US$ 13 bilhões em ajuda governamental, mas já informou que precisa de mais dinheiro.

As ações da empresa já caíram 15,5%

 

 

terra

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário