A Paraíba o tempo todo  |

Mantega diz que não há pressa para reduzir imposto da renda fixa

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Um dia após anunciar mudanças nas regras da caderneta de poupança, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quinta (14) em São Paulo que a redução do imposto de renda para investimentos em renda fixa dependerá da queda da taxa básica de juros, a Selic.

“A redução do IR para renda fixa vai depender da queda da Selic. Aí vamos estar reduzindo não só para renda fixa mas para outras aplicações também. Por enquanto, não há necessidade de definição. Pode ser até que não seja necessário", declarou.

 

Segundo o ministro, "não há pressa" para essa definição porque as novas regras para a poupança só passarão a valer no próximo ano, após aprovação do Congresso.

 

Para Mantega, "a população recebeu muito bem" as mudanças na poupança, que terá tributação de imposto de renda para saldos superiores a R$ 50 mil.

 

"A população entendeu que foram preservados os rendimentos da poupança que continua sendo um dos melhores investimentos hoje no país", afirmou.

 

 

G1

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe