O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou nesta sexta-feira os obstáculos enfrentados pelo governo para construção de obras de infra-estrutura no Brasil e culpou ele mesmo e os legisladores que elaboraram a Constituição Federal. Segundo ele, os parlamentares elaboraram leis pensando "estar na Suíça". Lula brincou e disse que quase mergulhou para perguntar aos peixes se poderia passar os cabos da linha de transmissão que inaugurou em Santa Catarina.

Ao participar da inauguração da linha de transmissão da Eletrosul em Florianópolis, orçada em R$ 172 milhões, o presidente disse ter sido "inacreditável" a quantidade de empecilhos para a conclusão do empreendimento.

Com cabos submarinos e construção de torres em meio à Mata Atlântica, a obra chegou a ser questionada na Justiça devido a possíveis danos ambientais. "Eu quase mergulhei no oceano para perguntar aos peixes e camarões se havia algum problema em passar os cabos da Eletrosul ali", disse. "É impossível que uma obra, que acaba com o risco de apagão em Florianópolis, demore tanto tempo para ser concluída".

A nova linha de transmissão aumenta em 150% a capacidade de geração de energia na capital catarinense. Logo após o apagão ocorrido em 2003, a estatal começou a trabalhar no projeto da nova linha de transmissão, suficiente para gerar energia à capital catarinense por mais 30 anos.

"O Poder Público sofre com essa demora para concluir grandes obras. Corre o risco de ser processado pelo Ministério Público, ter os bens indisponibilizados e ainda ter que pagar advogado com dinheiro do próprio bolso", afirmou o presidente. "E a culpa não são de órgãos ambientais ou há Justiça, é nossa. Os legisladores que criaram leis achando que estivéssemos na Suíça".

Lula ainda citou uma rodovia que liga a região central do sul de Florianópolis e que estaria sendo construída há pelo menos 20 anos. "Eu era sindicalista quando essa estrada sendo construída. Deixei o sindicato, perdi três eleições, ganhei duas e ela ainda não está pronta", completou. "Como vamos fazer novos aeroportos e melhorar escoamento se não conseguimos concluir uma estrada há 20 anos?".

 

terra

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Tarifa de energia elétrica na Paraíba vai ter redução média de 4%

Boa notícia para o bolso. A tarifa de energia elétrica para os consumidores da Paraíba vai ficar em média 4,27% vai barata a partir do dia 28 de agosto. O…

Prefeitura de Campina Grande abre consulta sobre cidades inteligentes

Cidadãos podem participar enviando mensagens e vídeos sobre o que esperam de uma cidade inteligente até o dia 26 de agosto Cidades inteligentes não são apenas um sonho do futuro.…