Por pbagora.com.br

Por ordem direta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os dois principais bancos federais, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, vão abrir novas linhas de crédito para as financeiras de grandes lojas de varejo, informa reportagem de Kennedy Alencar, publicada na Folha desta terça-feira.

Segundo a Folha apurou, Lula tomou a decisão após uma série de conversas de representantes do setor com ele e a equipe econômica. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi o principal interlocutor. Lula quer estimular a venda de eletrodomésticos para tentar obter um resultado positivo do PIB já em 2009, embora analistas estejam prevendo recuo de 0,49% no ano.

As grandes redes de varejo se queixam da dificuldade de obter crédito e das altas taxas de juros. Bancos privados estão mais seletivos por causa da crise. A orientação de Lula é fornecer crédito a menores taxas e irrigar a economia com recursos.

IPI reduzido

Na sexta-feira, o governo federal reduziu o IPI (Imposto de Produtos Industrializados) para os produtos da chamada linha branca: geladeiras, fogões, máquinas de lavar e tanquinhos. Antes, o Ministério da Fazenda também havia anunciado a ampliação da lista de materiais de construção que terão o IPI zerado por três meses.

Nesta segunda, o Ministério da Fazenda disse que vai ampliar a redução na linha branca para máquinas de lavar de maior porte. A alíquota desse tributo para as máquinas com capacidade entre 10 kg e 20 kg vai cair de 20% para 10%.

Folha Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.