Por pbagora.com.br

Uma decisão da juíza Ana Carmem Pereira Jordão, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Campina Grande, negou pedido por meio de ação judicial da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL) para reabrir o comércio não essencial da cidade. A decisão foi emitida no começo da noite desta quinta-feira (23) e dela, cabe recurso.

A CDL confirmou que a juíza tomou a decisão a partir da recomendação conjunta dos Ministérios Públicos da Paraíba (MPPB), Federal (MPF) e do Trabalho (MPT) de manter o comércio não essencial fechado para evitar aglomeração de pessoas e a disseminação do novo coronavírus, causador da Covid-19.

O comércio de Campina Grande está fechado desde o dia 20 de março por meio de decreto. O prefeito Romero Rodrigues (PSD) ainda sinalizou uma possível reabertura gradual, mas após pressão feita pelo Estado, o gestor afirmou que o comércio não essencial da cidade continuará fechado até 3 de maio.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Beneficiários do Bolsa Família recebem hoje o auxílio emergencial

A Caixa realiza hoje (25) o pagamento de R$ 428,2 milhões referente à primeira parcela do Auxílio Emergencial para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com final de NIS…