Por pbagora.com.br

As famílias mais pobres começaram o ano com a sensação de inflação mais elevada. É o que mostra o Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), calculado com base nas despesas de consumo das famílias com renda mensal de 1 a 2,5 salários mínimos (R$ 465 a R$ 1.162), e que subiu 0,72% em janeiro, após alta de 0,57% em dezembro. O índice foi divulgado hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que informou que essa é a maior taxa do IPC-C1 desde junho de 2008, quando o indicador subiu 1,29%.

Com o resultado de janeiro, o índice acumula alta de 6,68% no período de 12 meses, superando a inflação medida pelo IPC-BR, referente a famílias com ganhos entre 1 e 33 salários mínimos (R$ 465 e R$ 15.345), e que subiu 5,92% no mesmo período. Porém, o resultado de janeiro deste ano para o IPC-C1 não superou a taxa mensal do IPC-BR para o mesmo mês, que teve alta de 0,83%.

Os avanços de preços no grupo Transportes (de 1,28% para 2,21%), principalmente na taxa de elevação da tarifa de ônibus urbano (de 1,40% para 2,38%), foram determinantes para a taxa maior do IPC-C1 de janeiro. De acordo com a FGV, quatro das sete classes de despesa apresentaram aumento mais intenso de preços, ou fim de deflação, de dezembro para janeiro.

 

Além de Transportes, é o caso de Alimentação (de 0,55% para 0,63%); Vestuário (de -0,13% para 0,19%); e Educação, Leitura e Recreação (de 0,43% para 2,99%). Os outros grupos apresentaram desaceleração de preços, no mesmo período. É o caso de Habitação (de 0,39% para 0,27%); Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,73% para 0,22%) e Despesas Diversas (de 0,53% para 0,20%).

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Orçamento da Saúde prevê aumento de mais de 20% para 2021

É o que estima a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o próximo ano. Peça deve ser debatida e aprovada na Câmara de João Pessoa em dezembro O orçamento previsto para…

Abrasel-PB: “As empresas não vão suportar um segundo fechamento”

A Abrasel – Associação Brasileira de Bares Restaurantes e Similares, seccional Paraíba, presidida pelo empresário Arthur Lira – em entrevista ao portal por meio do seu representante fez uma avaliação…