Por pbagora.com.br

Até o final de outubro, o Aeroporto Castro Pinto deverá ser utilizado para o transporte de cargas oriundas da Europa e dos Estados Unidos para distribuição no Brasil. O Grupo paulista CEC, do empresário paraibano Carlos Ernesto de Campos, planeja investir R$ 80 milhões no empreendimento de transporte aeroportuário. O anúncio foi feito pelo próprio empresário ao governador José Maranhão, durante audiência, no início da noite desta quarta-feira (1), no Palácio da Redenção.

Segundo o empresário, que é natural de João Pessoa e radicado em São Paulo há muitos anos, a Paraíba tem condições de desenvolver a polarização da carga da Europa e dos Estados Unidos para o Brasil de forma tranqüila, proporcionando crescimento rápido da movimentação, o que aumentará a arrecadação de ICMS para o Estado.

As negociações estarão em andamento entre o Governo da Paraíba e o Grupo CEC e o empresário Carlos Ernesto prevê que dentro de seis meses o convênio deverá ser firmado. A contrapartida do Governo do Estado seria propiciar as condições logísticas legais.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba – Cinep, João Laércio Fernandes, intermediou a visita do empresário ao governador José Maranhão e avaliou que o governador está muito otimista com as novas perspectivas tanto com o aeroporto, quanto o porto e as ZPEs. João Laércio destacou que Carlos Ernesto de Campos está trazendo para a Paraíba o seu empreendedorismo e bons financiamentos, contribuindo com o desenvolvimento da nossa terra.
 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Praças de alimentação dos shoppings de João Pessoa voltam a funcionar

Mesmo com a Paraíba ainda enfrentando uma luta para conter o avanço da Ccvid-19, a praças de alimentação de todos os shoppings de João Pessoa serão reabertas a partir desta…

Veja a situação de cada ciclo e parcela de recebimento do auxílio emergencial

O Ministério da Cidadania divulgou nesta semana o calendário do pagamento das 4ª e 5ª parcelas do Auxílio Emergencial. A pasta informou que o pagamento foi dividido em ciclos, de…