A Paraíba o tempo todo  |

Golpe no PIX: Cuidado com o bug do Pix em dobro

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Assuntos em alta na mídia costumam ser usados como isca para golpes online – e, com o Pix, não é diferente. A mais recente tentativa dos criminosos é espalhar vídeos e mensagens sobre um suposto Bug do Pix que permitiria receber dinheiro em dobro na conta usando transferências com chave aleatória.

Não caia nessa armadilha! A mensagem é apenas uma forma de fazer as pessoas transferirem dinheiro para a conta dos golpistas.

Falso bug do pix: como funciona o golpe

  • Criminosos compartilham vídeos e mensagens nas redes sociais dizendo que é possível fazer uma transferência via Pix e ganhar o dinheiro em dobro na conta
  • Isso seria possível devido a falhas de instituições financeiras e do sistema Pix.
  • Na mensagem, os criminosos explicam que, para o bug funcionar, é preciso enviar dinheiro para chaves específicas – e, em seguida, compartilham supostos números que funcionam.
  • Essas chaves são das contas dos próprios golpistas.
  • Quem transfere o dinheiro para as chaves para “testar” se o bug funciona está, na verdade, mandando dinheiro para os golpistas.

Em resumo: não existe o tal bug do Pix ou das chaves aleatórias. Os criminosos usam a chamada “engenharia social”, o fato de que a mensagem é chamativa e altamente compartilhável, para enganar as pessoas e receber transferências.

“Mas eu vi em um vídeo que funciona… E agora?”

Os vídeos que os golpistas costumam acompanhar esse tipo de mensagem são editados ou contém truques. Para mostrar a transferência “em dobro” funcionando, por exemplo, basta que os próprios golpistas realizem duas transferências – mas mostrem apenas uma na hora de filmar.

Desconfie sempre de mensagens que prometem ganho de dinheiro fácil – e, em caso de problemas ou dúvidas, entre sempre em contato com a sua instituição financeira.

Com informações da Equipe de Segurança do Nubank

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      3
      Compartilhe