Por pbagora.com.br

O diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, disse nesta sexta-feira (2) que os governos mantenham seus programas de ajuda econômica até pouco antes do reinício previsto das contratações. Ele participa de reunião do Fundo em Istambul, na Turquia.

 

"Para mim, quando estivermos mais ou menos seguros de que o desemprego vai começar a cair, […] podemos começar a reverter a tendência fiscal", declarou Strauss-Kahn em uma entrevista a uma TV francesa. "Temos de 10 a 12 meses de aumento do desemprego pela frente. Portanto, para as pessoas que vão perder emprego nos próximos meses, a crise não terminou", declarou.

Dados sobre emprego

A economia norte-americana perdeu 263 mil empregos em setembro, o que elevou a taxa de desemprego do país a 9,8%, de acordo com dados divulgados pelo Departamento de Trabalho do país nesta sexta-feira.

 

O resultado ficou bem acima do esperado por analistas, que projetavam um corte de 180 mil empregos no país. O departamento informou que a taxa de desemprego é a maior desde 1983. O índice cresceu nos últimos 21 meses.

 

G1

Notícias relacionadas

Caixa libera nessa sexta-feira novo saque do auxílio emergencial

Nascidos em novembro terão acesso ao saque de valores referentes ao primeiro depósito do novo lote do Auxílio Emergencial hoje (14), quando a Caixa Econômica Federal libera também a transferência…