Uma agência federal americana afirmou nesta sexta-feira que o prejuízo do setor bancário dos Estados Unidos no último trimestre de 2008 foi de US$ 32,1 bilhões. De acordo com a Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), agência cuja principal função é garantir os depósitos bancários, o prejuízo foi cerca de US$ 6 bilhões a mais do que o anunciado inicialmente.

A agência disse que a revisão da cifra de US$ 26,2 bilhões, divulgada no mês passado, se deve a revisões significativas feitas pelos próprios bancos.

O prejuízo foi o primeiro registrado pelo setor bancário americano em um período trimestral em quase 20 anos.

A Federal Deposit Insurance Corporation também disse que, com base nos dados recebidos dos bancos, também revisou para baixo a renda líquida dos bancos em 2008 – que era de US$ 16 bilhões – para US$ 10 bilhões.

Déficit
Ainda nesta sexta-feira, um órgão do Congresso americano divulgou a projeção de que o déficit orçamentário dos Estados Unidos deve atingir US$ 1,8 trilhão neste ano.

A Casa Branca informou que a previsão do Congressional Budget Office não afeta os planos de gastos do presidente americano, Barack Obama, para seus próximos anos de governo, nem a meta de reduzir o déficit pela metade até 2013.

Em fevereiro, Obama apresentou sua proposta de orçamento para este ano, prevendo gastos de US$ 3,6 trilhões.

O Congressional Budget Office também lançou a previsão de que a economia americana deve encolher 3% em 2009 e se recuperar nos anos seguintes, crescendo 2,9% no ano que vem e 4% em 2011.

terra

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Concursos ofertam 93 vagas de emprego na Paraíba

Pelo menos 93 vagas são oferecidas em quatro editais de concursos e seleções publicados na Paraíba, nesta semana de 16 a 23 de fevereiro. Programa Primeira Chance Vagas: 50 Nível:…

Receita Federal paga lote de restituição de multiexercício do Imposto de Renda

A Receita Federal paga hoje (17) o lote residual de restituição multiexercício do Imposto sobre a Renda Pessoa Física (IRPF), referente aos exercícios de 2008 a 2019. O crédito bancário…