A Paraíba o tempo todo  |

Estado busca impulsionar desenvolvimento da Paraíba

 Como tornar as micro e pequenas empresas paraibanas mais competitivas e potenciais exportadoras foi o assunto discutido, na tarde desta quarta-feira (17), pelo Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde) e a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep-PB), que acordou participar e apoiar a execução de uma agenda estratégica na qual estão previstas diversas iniciativas, entre elas a entrega de certificação a 20 Arranjos Produtivos Locais (APL’s) de diversos ramos de atividade no Estado na próxima segunda-feira (22), às 15h, no auditório da PBTur.

 

Na programação da cerimônia de certificação, também haverá o lançamento do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC-PB), que será um serviço oferecido às empresas como meio de capacitação e assessoramento técnico com a finalidade do acesso às linhas de crédito do mercado. O serviço funcionará na sede da Fiep-PB, no centro de João Pessoa e em Campina Grande, no Bairro José Pinheiro.

 

Durante o encontro com a Fiep-PB, o secretário estadual de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Lindolfo Pires, e o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Wilbur Jácome, solicitaram apoio ao presidente da instituição, Francisco Buega Gadelha, para o lançamento do Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE) em parceria com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), devendo ser celebrado convênio ainda este ano.

 

Lindolfo lembrou que a agenda foi positiva visando objetivos comuns entre as instituições com a finalidade de melhorar o nível de exportação dos produtos e serviços genuinamente paraibanos que precisam ter oportunidades de intercâmbio com outros países.

 

O presidente da Fiep-PB disse que a Paraíba começa a unir os esforços e as competências para acelerar o processo de desenvolvimento dos APLs e, para isso, pauta todas as etapas que haverá de cumprir solidariamente a fim de organizar o empresariado e, sobretudo, os pequenos, a fim de que possam alcançar musculatura suficiente de ultrapassar as fronteiras do Estado.

 

O Arranjo Produtivo Local (APL) é um conjunto de fatores econômicos, políticos e sociais, localizados em um mesmo território, desenvolvendo atividades econômicas correlatas e que apresentam vínculos de produção, interação, cooperação e aprendizagem.

 

Segundo a coordenadora do Núcleo de Apoio aos APLs da Paraíba (NE – APL-PB), Dêlma Aquino, a certificação de APL faz parte de uma política pública do Governo Federal, por meio do MDIC, voltada para as associações, cooperativas, micro, pequenas e grandes empresas pertencentes a esses arranjos para que possam ser desenvolvidas e ter o acesso às linhas de crédito específicas.

 

Participaram do encontro, as técnicas do NE – APL-PB, Dêlma Aquino, e Shirlene Coutinho, e ainda, a diretora de Articulação Institucional da Fiep-PB, Denise Gadelha.

 

Secom-PB

 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe