Por pbagora.com.br

Indiscutivelmente, o Brasil tem grande potencial para avançar na implantação de um plano de energia solar, pois é um país com muita incidência de raios solares, o que favorece a produção desse tipo de energia. Sustentabilidade, economia e preservação ao meio ambiente. Esses são alguns dos fatores, que tornam esse tipo de energia essencial para o desenvolvimento do Brasil.  Os especialistas garantem que a energia solar gera uma economia que varia de 50% e 95% na conta de luz. Com isso, o investimento feito para instalação de placas solares acaba tendo retorno com o dinheiro economizado com a redução de gastos.

Para o Engenheiro Eletricista e fundador da Alfa Engenharia/ Energia Solar,  Luiz Januário Torres, a energia solar não é o futuro, ela já é o presente!

Ao destacar os benefícios da energia solar para a economia, Luiz Torres, enfatizou que somente no primeiro semestre de 2020, a chamada Geração Distribuída, atingiu a marca de 3 Giga Watts no Brasil, a geração proveniente de energia solar corresponde a 99,8% deste total.

Esse montante de energia é suficiente para abastecer cerca de 1,2 milhões de residências, conforme dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

Com larga experiência na área, o engenheiro destacou que um dos motivos para o crescimento da energia solar no país se deve ao fato da redução expressiva do preço dos equipamentos nos últimos anos, além dos incentivos fiscais por parte do governo, a exemplo da isenção dos impostos de importação, publicada em julho deste ano com validade até o final de 2021.

Outro fator que chama a atenção, segundo ele,  é a popularização das linhas de crédito específicas para financiamento de energia solar, estas possuem taxas de juros bastante atrativas, permitem carência de até seis meses (tempo mais que suficiente para instalar energia solar e refletir na fatura de energia) e prazo de pagamento que chega a até 96 meses.

“De maneira geral, com a instalação de energia solar na residência, comércio ou indústria é possível simplesmente substituir a conta de energia pela parcela de um financiamento com sobra de capital ainda.”
“Vamos dar um exemplo prático, para uma residência com uma fatura média de R$ 300 mês, em determinado banco é possível financiar um sistema que atenda 100% desse consumo e com parcelas de R$ 195,00. Paga-se a taxa mínima da concessionária de energia e ainda sobra capital.”

“O retorno do investimento ocorre em média entre 3 a 5 anos. Os equipamentos têm vida útil estimada em 25 anos.” cita Luiz Januário Torres.

Para ele, estes fatores tornam a energia solar fotovoltaica acessível e bastante competitiva o que aquece o setor econômico com a geração de empregos diretos e indiretos, além de ser uma fonte renovável de energia contribuindo para a preservação do meio ambiente.

PB Agora com Luiz Januário Torres
Empresa: Alfa Engenharia | Energia Solar
Alfa Engenharia
Instagram: @alfa.solar
E-mail: [email protected]
Orçamentos: (83)9.9131-9910 (Whatsapp)
Endereço: Av. Bancário Sérgio Guerra, 47, 1º andar, João Pessoa-PB

Referência:
[1]. http://www.absolar.org.br/noticia/noticias-externas/geracao-domestica-de-energia-chega-a-3gw-no-brasil-solar-lidera.html

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Auxílio concedido por Bolsonaro aos MEI´s na Paraíba é insuficiente, alerta especialista

Mais de 5 milhões de microempreendedores individuais (MEI) tiveram acesso ao benefício do auxílio emergencial concedido pelo governo federal devido à pandemia da Covid-19. Esse número corresponde à metade dos…