Dados da Receita Federal divulgados pelo Sebrae Paraíba mostram que o número de pequenos negócios cresceu 25,5% em três anos. Em julho de 2016, o estado contava com 131.762 pequenas empresas, enquanto em julho deste ano o quantitativo subiu para 165.493, um crescimento de 33.731 novos negócios. Diante da constatação, o deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Eduardo Carneiro (PRTB), defendeu mais investimentos no setor como forma de garantir o desenvolvimento econômico do Estado, além da garantia de emprego e renda.

O parlamentar destacou que o Governo Federal tem ações importantes no que se refere ao fortalecimento dos pequenos negócios, com redução da burocracia e diminuição da carga tributária. Eduardo defende que o empreendedorismo seja uma prioridade, pois essa é uma forma de tornar as pessoas cada vez menos dependentes do poder público.

“A cada dia temos mais certeza de que a saída para enfrentarmos a crise econômica é o investimento no empreendedorismo. Por isso, estamos percorrendo a Paraíba com a Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico conversando com as pessoas e mostrando que temos uma grande chance de mudar a realidade de vida dos paraibanos. Os números divulgados pelo Sebrae são animadores e nos coloca no caminho do crescimento”, destacou o deputado.

O levantamento mostra ainda que nos sete primeiros meses deste ano, o incremento no número de Microempreendedores Individuais (MEIs) na economia paraibana foi de 9.477, já que a Receita Federal contabilizou no mês de janeiro 111.336 empreendedores nessa linha de atuação.

Em julho de 2016 o estado contava com 43.839 microempresas e empresas de pequeno porte, três anos depois o quantitativo subiu para 44.680, o que representa um crescimento de 1,91%. Os principais segmentos beneficiados com esse aumento são o comércio e os serviços do tipo varejista, alimentação, beleza e turismo.

 

Redação

Total
3
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Réveillon: Aluguel de tendas vai de R$ 300 a mais de R$ 600 em JP

Dezembro chegando e as festas de fim de ano, começa a procura por tendas para alugar e passar o réveillon na praia que, nos últimos anos, tem sido uma opção…

Governo libera FGTS para nascidos em junho e julho sem conta na Caixa

Os trabalhadores sem conta na Caixa nascidos nos meses de junho e julho já podem sacar os R$ 500 por conta ativa e inativa do FGTS (Fundo de Garantia do…