Por pbagora.com.br

A Companhia Siderúrgica Nacional anunciou nesta quinta-feira (6) lucro líquido de R$ 335 milhões no segundo trimestre, queda de 68% sobre igual período de 2008. Houve queda do lucro também, de 3%, na comparação com o primeiro trimestre deste ano, quando a empresa havia lucrado R$ 369 milhões.

 

A companhia obteve uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de 728 milhões de reais, 57% abaixo de igual período do ano passado. A margem, enquanto isso, passou de 48% para 29%.

 

A empresa teve uma produção de 869 mil toneladas de aço nos três meses encerrados em junho ante 1.291 mil toneladas no segundo trimestre de 2008. A receita líquida somou R$ 2,49 bilhões, recuo de 30% sobre o segundo trimestre de 2008, as 2% maior do que a do primeiro trimestre deste ano, quando ficou em R$ 2,4 bilhões.

 

A CSN, no entanto, mostrou otimismo com o futuro do setor. "Embora o cenário do setor siderúrgico permaneça com pouca previsibilidade, espera-se uma retomada gradual das vendas nos próximos meses. Medidas do governo como a redução do IPI e de estímulo ao crédito estão incrementando a demanda por produtos siderúrgicos. Aliado a isso, as expectativas em relação às exportações são melhores para o segundo semestre do ano, por conta da redução dos estoques e da retomada gradual dos preços internacionais", afirmou a empresa em nota.

 

G1

Notícias relacionadas

Saiba quem recebe nesta terça-feira o Auxílio Emergencial

Hoje (20), a Caixa Econômica Federal (CEF) realiza o pagamento do Auxílio Emergencial para os beneficiários nascidos em julho. As parcelas, que podem variar de R$ 150 a R$ 375,…