A Paraíba o tempo todo  |

Pandemia afeta aumento da frota de veículos na PB, afirma especialista

Foto: divulgação / PMPB

As previsões modestas de crescimento para a indústria automotiva em 2021 estão mais próximas da realidade do que os discursos otimistas de uma forte aceleração do mercado nacional de venda de veículos. Em dados divulgados pela Fenabrave em março deste ano, o emplacamento de automóveis e comerciais leves sofreu uma redução de 2,66% em relação a janeiro —, foram comercializadas 158.237 unidades. Na Paraíba, conforme dados do Departamento de Trânsito (Detran), em 2020, primeiro ano da pandemia, a frota do estado cresceu 4,11%, a menor taxa de crescimento anual neste século. Quem analisa esse cenário é o o professor do curso de Engenharia Civil da UFPB, doutor em planejamento de transporte pela Universidade de Southampton na Inglaterra, Nilton Pereira.

O tombo é ainda maior ao realizar uma comparação com fevereiro de 2020, quando a pandemia ainda estava em seu início no Brasil: a queda é de 17,85% nos emplacamentos. A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) é a entidade responsável pelo setor de distribuição de veículos do país. Ao levar em conta o volume de negócios de todos os veículos, incluindo caminhões e ônibus, o mês de fevereiro é o pior dos últimos três anos: no total, foram emplacadas 167,38 mil unidades, contra 200,96 mil veículos comercializados no mesmo período em 2020.

Após uma retomada sustentada das compras de novos veículos a partir do segundo semestre do ano passado, as velhas incertezas do início da pandemia voltam à tona. Com novas variantes do vírus circulando pelo país e sendo responsáveis por uma maior taxa de transmissão, as UTIs dos estados estão lotadas e os governos estaduais precisam adotar medidas restritivas para aumentar o índice de distanciamento — ainda que, segundo médicos e cientistas, tais ações mantêm-se tímidas em relação à gravidade do atual momento da crise sanitária.
Segundo Nilton, o baixo crescimento da frota, mais perceptível na pandemia, começa antes, com o fim das políticas públicas de incentivo à aquisição de veículos pelo Governo Federal, tais como a desoneração de impostos e do controle do preço dos combustíveis, e com o surgimento de novas possibilidades de deslocamento, como a contratação de carros por aplicativo.

“Tivemos três políticas públicas muito significativas, como a redução do IPI de carros, de motos e o controle do preço da gasolina nos governos Lula e Dilma. Em meados de 2013, essas políticas foram revistas, começou a crise econômica e consequentemente as vendas foram impactadas. Além da queda das condições de aquisição, foram surgindo os aplicativos que permitiam o deslocamento em carros particulares a um custo baixo sem que o indivíduo possuísse o veículo”, disse o professor, destacando que os números da frota do estado comprovam essa realidade.Entre 2006 e 2012, a frota paraibana de veículos manteve um crescimento anual superior a 10%, chegando ao ápice em 2013, com alta de 13,77% em relação ao ano anterior.

A partir de 2013, é iniciada a série histórica com aumento de veículos abaixo dos 10%, com um decréscimo consecutivo nos anos seguintes, passando de 9,05% em 2013 para 4,51% em 2019, último ano antes da pandemia. “Houve uma mudança de cultura. Enquanto há um tempo atrás um automóvel era o sonho de consumo de muitos jovens que completavam 18 anos, hoje muita gente não vê sentido em ter mais esse carro. Por que eu vou ter que comprar um carro que é caro para comprar, caro para manter e às vezes nem uso?”, afirmou Nilton.

10 cidades com as maiores frotas da Paraíba até abril de 2021

• João Pessoa: 293.187 carros | 130.116 motos | TOTAL: 423.303
• Campina Grande: 123.944 carros | 75.928 motos | TOTAL 199.872
• Patos: 22.851 carros | 31.585 motos | TOTAL: 54.436
• Santa Rita: 25.238 carros | 19.365 motos | TOTAL: 44.603
• Cajazeiras: 15.955 carros | 18.790 motos | TOTAL: 34.745
• Sousa: 13.095 carros | 20.154 motos | TOTAL: 33.249
• Bayeux: 18.201 carros | 14.583 motos | TOTAL: 32.784
• Cabedelo: 18.666 carros | 8.770 motos | TOTAL: 27.436
• Guarabira: 11.526 carros | 13.408 motos | TOTAL: 24.934
• Sapé: 7.299 carros | 10.686 motos | TOTAL: 17.985

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe