Os brasileiros continuam a honrar seus pagamentos, segundo dados da última pesquisa da TeleCheque, empresa de concessão de crédito no varejo. Do total de cheques emitidos, 96,96% foram honrados no mês de fevereiro, um aumento de 2,71% quando comparado com o mesmo período do ano anterior, elevação de 0,28% em relação a janeiro deste ano.

O aumento deste indicador pode ser atribuído pelo mês de fevereiro de 2009 possuir menos dias úteis em relação ao ano anterior.

– O mês de março que irá nos apontar qual será a tendência para o 1º semestre de 2009. Acreditamos que teremos um aumento do uso do cheque nas relações de consumo no varejo sem impactos relevantes nos índices de inadimplência- explica José Antonio Praxedes Neto.

Com a redução da oferta de crédito para as pequenas e médias empresas do varejo, por parte dos bancos, o cheque passará a ser o grande facilitador do acesso as novas alternativas de crédito para consumidores, varejistas e mercado financeiros alternativo, composto por financeiras e factorings, afirma Praxedes.

Diante desse cenário, no ranking dos bons pagadores, a liderança ficou com o Estado da Paraíba 98,83%, um aumento de 1,35% quando comparado com o mês de janeiro. Na sequência estão Goiás (98,23%), Alagoas (98,22%), Sergipe (97,90%) e Minas Gerais (97,87%).

Cheques Fraudados

Do total de cheques emitidos, a fraude foi constatada em 0,18% das transações, enquanto janeiro registrou apenas 0,07%, esse número representa pouco no total da inadimplência registrada com cheques que chegou a 3,04%.

A TeleCheque enfatiza algumas ações de precaução que são necessários na hora do recebimento do cheque. Entre eles, estão: conferir os valores por extenso e numérico e ver se foram corretamente preenchidos, fazer a conferência da assinatura e da foto do documento de identidade, anotar um número de telefone e endereço no verso, não aceitar cheques com valor diferente da compra ou cheques já preenchidos, entre outros, explica Praxedes.

Assim, no ranking por estado, São Paulo manteve a liderança de cheques fraudados (0,56%), seguido por São Paulo Interior (0,53%) e Pará (0,22%). Já o Espírito Santo, que sempre esteve no topo da lista, totalizou 0,13%, o que significa uma redução de 45,83% nas fraudes em relação ao mês anterior.

 

JB Online

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Empreender PB e Iphaep iniciam inscrições de projeto em Bananeiras

O Governo do Estado da Paraíba, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (IPHAEP), e do Empreender PB, iniciou as inscrições para o Empreender…

FGTS: Caixa antecipa calendário de saques de até R$ 500

Os trabalhadores que têm contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS, vão poder sacar até R$ 500 de cada conta antes do fim…