A Paraíba o tempo todo  |

Com impacto da pandemia, venda de carros cai 5% na PB, mas especialista prevê retomada do setor em setembro

Feira de AutomÛveis usados que È realizada semanalmente no estacionamento do Anhembi na zona norte da capital.
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em um ano marcado por incertezas na economia, provocadas pelo coronavírus, a venda de veículos apresentou retração no estado da Paraíba. quem analisa este cenário é o empresário e ex-vice-presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrav), José Carneiro, que destacou uma queda de 5% na procura de clientes por carros no estado.

Apesar da queda, o desempenho nos últimos meses sinaliza reação para o setor no estado a partir de setembro, com o avanço da vacinação. “Na Paraíba não foi diferente, houve uma queda no consumo em torno de 5% e, na medida em que os pedidos diminuíam, a indústria também sofreu com a falta de insumos e componentes para finalização dos carros. Por causa da desaceleração da indústria com a falta de componentes, o Detran da Paraíba deve emplacar algo em torno de 24 mil veículos este ano. Creio que isso não vai afetar tanto o mercado automobilístico no Estado. A estimativa é que o setor seja aquecido a partir do próximo mês, o que significa mais empregos, mais vendas e mais impostos. Desde o início da pandemia, as pessoas estavam com medo de fazer grandes compras mas, agora, com a vacinação atingindo altos níveis, os consumidores vão sair às compras em massa”, disse José Carneiro.

Motos – O mercado de motos terminou 2020 em aceleração, com forte aumento na demanda de pessoas em busca de transporte individual. Segundo a Fenabrave, com base nos dados do Renavam no ano passado, foram emplacadas 915,5 mil motos no Brasil. O número foi considerado baixo porque houve uma queda na produção de peças e componentes em função da pandemia.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe