Por pbagora.com.br

O primeiro corredor de mobilidade elétrica do Nordeste está sendo desenvolvido pela Neoenergia e será o maior do Brasil quando concluído, no final do primeiro semestre deste ano. Irá conectar as capitais Salvador (BA) e Natal (RN), passando pelas cidades de Aracaju (SE), Maceió (AL), Recife (PE) e João Pessoa (PB). “Esse é um importante desafio para a Neoenergia”, diz José Brito, gerente corporativo de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia.

O Corredor Verde é resultado de um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e faz parte do Programa de Mobilidade Elétrica da Neoenergia, que integra planos da companhia em investir no estímulo de utilização de veículos elétricos e no processo de descarbonização da economia. O projeto terá mais de 1.100 quilômetros de extensão e uma estrutura que contará com 18 pontos de abastecimento ao longo das vias que ligam os estados e em áreas urbanas.

“Esse é um importante desafio para a Neoenergia, pois iremos elaborar um modelo de negócio para viabilização e funcionalidade do Corredor Verde. Reconhecemos a importância de garantir o desenvolvimento sustentável através de medidas voltadas ao combate das mudanças climáticas e o investimento em mobilidade elétrica faz parte desse compromisso”, comentou Brito. Ainda segundo ele, o uso do carro elétrico diminui a emissão de gases de efeito estufa, contribuindo para a descarbonização do planeta. “Estudamos, ainda, associar as estações de recarga com energia solar, uma importante fonte renovável e não poluente”, finalizou.

Redação