Por pbagora.com.br
 
 

Em sessão ordinária híbrida realizada nesta quarta-feira (23),a Câmara Municipal de Campina Grande aprovou por unanimidade, a Lei Orçamentária Anual (LOA).

O Projeto de Lei Nº 252/2020, do Poder Executivo, estima uma receita e despesa superior a R$ 1,053 bilhão e estabelece as despesas do próximo ano.

Este ano os vereadores apresentaram 87 emendas. Todas foram aprovadas por unanimidade.

A bancada de oposição foi responsável pela maioria das emendas. Somente o vereador Anderson Maia (PSB) protocolou um total de 50 emendas. Outras 35 foram de autoria do vereador Olímpio Oliveira (PSL).

O relator da Comissão de Finanças é o vereador João Dantas (PSD), que deu parecer favorável. Seu relatório foi aprovado por unanimidade.

Como a sessão havia sido suspensa logo após a abertura para que os vereadores debatessem e chegassem a um acordo sobre as emendas, a votação acabou sendo feita em bloco, por autor, e todas as foram aprovadas sem maiores discussões.

A sessão foi presidida pelo vereador Marinaldo Cardoso (Republicanos), que é presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal.

Redação

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Saiba quem pode sacar o auxílio emergencial nesta sexta-feira (15)

transferência e saque em espécie. O procedimento vale para beneficiários que tenham recebido os pagamentos pelos ciclos 5 e 6 do programa. No período de 11 a 15 de janeiro,…

“Vamos lutar e resistir a tudo isso”, diz sindicalista sobre fechamento de agências e demissões no BB

O Banco do Brasil (BB) anunciou a abertura de dois programas de demissão voluntária – com o objetivo de desligar até 5 mil funcionários – e o fechamento de 361…