O Brasil passou a integrar, com os demais Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e China), o conjunto dos países que terão uma "forte desaceleração" em suas economias, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico).

"O cenário continuou a se deteriorar entre as principais economias não-integrantes da OCDE, principalmente no Brasil, que agora se junta à Rússia, à Índia e à China no grupo dos que sofreram uma forte desaceleração", diz a organização.

O índice do Brasil ficou em 94,5 pontos, contra 97,2 em dezembro (a estimativa inicial de dezembro, divulgada no mês passado, estava em 98,8 pontos), uma queda de 10,1 em relação a janeiro do ano passado. Em janeiro, o Brasil teria, na avaliação da organização, apenas "desaceleração".

A Índia teve uma queda menor em relação a janeiro de 2008, de 9,6 pontos, mas ficou com um índice inferior ao do Brasil, de 92,4 pontos. A queda no índice da Rússia foi a maior, de 19,4 pontos, em relação a janeiro de 2008. O índice do país ficou em 85,9 pontos. A China, por sua vez, ficou com 87,4 pontos, uma queda de 14,8 contra janeiro do ano passado.

Na divulgação de hoje, a organização informou que o índice de desempenho para a economia do G7 (grupo formado por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Canadá) ficou em 91,7 pontos em janeiro, contra 92,8 pontos em dezembro.

A maior queda no resultado de janeiro deste ano em relação ao mesmo mês de 2008 entre os países do G7 foi a da Alemanha, que ficou com 90,2 pontos (12,7 a menos que em janeiro do ano passado). O indicador geral continua a apontar para um cenário de enfraquecimento em todo o G7, sem indicação clara de estabilização em breve, segundo a OCDE.

A OCDE é formada por: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, Republica Tcheca, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Luxemburgo, México, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Portugal, Reino Unido, Suécia, Suíça e Turquia.

 

Folha Online

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário