O Brasil é considerado pelos empresários japoneses o quarto destino mais promissor para investimentos no longo prazo. Este é o resultado de uma pesquisa realizada pelo Japan Bank for International Cooperation (JBIC) e entregue hoje às autoridades brasileiras durante a primeira reunião do Comitê Conjunto de Promoção Comercial e Investimentos. O encontro aconteceu no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em Brasília.

 

O vice-ministro de Economia, Comércio e Investimento do Japão, Hiroyuki Ishige, avaliou que o Brasil deverá ser um dos primeiros países a recuperar sua economia. "O Japão não gostaria de perder a corrida, mas nossa velocidade é outra", comentou. Informou que a economia do Japão teve recuo de 12,7%, o que ele disse considerar "um número bastante ruim." Acrescentou que o governo japonês tem grande expectativa quanto à aprovação pelo Congresso do Japão de pacotes de estímulo à economia, a exemplo do que ocorreu nos Estados Unidos.

 

Durante a reunião no MDIC, foi assinado um memorando de entendimento entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Nippon Export and Investment Isurance (Nexi) para cooperação e investimento nas áreas de óleo e gás, bioetanol e infraestrutura. Além disso, o BNDES e o JBIC realizaram uma troca de contratos no valor de US$ 250 milhões, assinados no ano passado.

 

Agência Estado

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

IBGE inscreve para concurso público com 63 vagas até esta terça-feira

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira (25), o edital para o processo seletivo com 2.658 vagas temporárias para coordenador censitário de subárea e agente censitário…