Por pbagora.com.br

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) teve um novo pregão de valorização nesta quinta-feira (23), descolada do mercado financeiro internacional, que enfrentou dia instável.

 

No fechamento, o índice Ibovespa – referência para o mercado brasileiro – teve alta de 2,02%, aos 45.801 pontos. O volume financeiro negociado ficou um pouco abaixo da média das últimas semanas, em R$ 3,7 bilhões.

Entre as principais ações negociadas, as que registraram os maiores ganhos estiveram a Aracruz, que reportou recentemente ter equalizado suas perdas com derivativos cambiais, e a JBS Friboi, que anunciou ter captado US$ 700 milhões para fomentar suas operações no exterior.

 

Na outra ponta, registrando baixa, esteve a ação da companhia aérea TAM, que enfrentará mais concorrência com a liberação dos descontos para passagens aéreas internacionais, oficializado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta quarta-feira (22). Os papeís da empresa caíram mais de 3%.

 

 

Outros pregões

Nos Estados Unidos, o dia foi de instabilidade, e a alta dos principais índices só se desenhou no fim da tarde. O Dow Jones, referência para Nova York, teve ganho de 0,89%, enquanto o Standard & Poor’s 500, que reúne grandes empresas americanas, subiu 0,99%. Já o indicador Nasdaq, das ações de tecnologia, teve valorização de 0,37%.

 

No mercado financeiro internacional, as bolsas europeias tiveram queda no dia, por conta da desvalorização das ações dos bancos. O índice FTSEurofirst 300, principal referência dos mercados europeus, caiu 0,47%, para 791 pontos. Entre os principais mercados, Londres teve queda de 0,33%, Frankfurt recuou 1,22% e Paris perdeu 0,55%.

Já as bolsas de valores da Ásia terminaram em alta, conforme um lucro maior do que o esperado da montadora Hyundai alimentou otimismo de que o setor automotivo pode estar perto de uma recuperação. As ações do segmento de tecnologia se fortaleceram motivadas pelo resultado trimestral animador da Apple.

G1

 

Deixe seu Comentário