Após registrar em janeiro deste ano o primeiro déficit mensal desde março de 2001, a balança comercial brasileira se recuperou no mês de fevereiro com o resultado positivo de US$ 1,76 bilhão, segundo números divulgados nesta segunda-feira (2) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O resultado foi melhor, inclusive, do que o registrado em fevereiro de 2008, quando o saldo positivo ficou em US$ 850 milhões.

Em fevereiro deste ano, as exportações somaram US$ 9,58 bilhões, com média diária de US$ 532 milhões, enquanto as compras do exterior totalizaram US$ 7,82 bilhões, ou US$ 434 milhões por dia útil. Contra janeiro deste ano, quando houve um déficit comercial de US$ 524 milhões (o primeiro em quase oito anos), as exportações, pela média diária, subiram 14,4%, e as importações recuaram 11,5%. Na comparação com fevereiro de 2008, as vendas externas caíram 20,9%, e as importações recuaram ainda mais: 30,9%.

Balança comercial

Os resultados da balança comercial são um importante indicador da economia e compõem as contas externas brasileiras. Os dólares que ingressam no Brasil por conta das transações comerciais ajudam a financiar as contas do país com o exterior. Se o superávit da balança cai, isso tende a representar uma situação menos confortável no futuro. Indica que o país pode perder autonomia e passar a depender mais de recursos externos – que podem ser reduzidos pelos investidores em caso de turbulências.

Nos últimos meses, a balança comercial tem sentido os efeitos da crise financeira internacional, causa do déficit registrado em janeiro deste ano. A crise tem debilitado as exportações brasileiras, devido à queda do nível de atividade em todo mundo, e reduzido o preço das "commodities" (produtos básicos com cotação internacional, como alimentos, minérios e petróleo, entre outros). A situação das contas externas brasileiras é confortável, porém, porque o país possui mais de US$ 200 bilhões em reservas internacionais.

 

Acumulado do ano e projeções

No primeiro bimestre deste ano, a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 1,24 bilhão, com exportações em US$ 19,37 bilhões, e importações em US$ 18,12 bilhões. Apesar da melhora em fevereiro, o resultado, no acumulado do ano, teve uma queda de 29,8%, visto que foi registrado um superávit de US$ 1,77 bilhão em igual período de 2008.

O Banco Central informou nesta segunda-feira (2) que a projeção do mercado financeiro para o saldo positivo da balança comercial em 2009 caiu de US$ 13,6 bilhões para US$ 13 bilhões. Em 2008, a balança comercial teve superávit de US$ 24,7 bilhões, com forte queda de 38,2% frente ao ano de 2007, quando o resultado positivo somou US$ 40 bilhões. Para 2010, a previsão passou de US$ 13 bilhões de superávit para US$ 13,35 bilhões.

 

 

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 começa a receber hoje (19) as cotas do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do…

Eduardo destaca empreendedorismo com crescimento de pequenos negócios

Dados da Receita Federal divulgados pelo Sebrae Paraíba mostram que o número de pequenos negócios cresceu 25,5% em três anos. Em julho de 2016, o estado contava com 131.762 pequenas…