A Paraíba o tempo todo  |

300 mineradores da PB e RN vão a evento

 Novos conhecimentos sobre gestão de negócios serão passados a garimpeiros paraibanos e do Rio Grande do Norte. Cerca de 300 produtores de pedras semipreciosas se encontrarão no 4º Seminário Dia Nacional do Garimpeiro, neste sábado (20), na Escola Ana Maria Gomes, na cidade de Picuí, no Curimataú da Paraíba. A cerâmica vermelha também será discutida, já que a fabricação de telhas e tijolos é uma das atividades minerais fortes dos dois Estados.

O Sebrae Paraíba desenvolve um trabalho de organização desse setor econômico há quatro anos. Durante esse período, sete cooperativas de garimpo foram criadas para facilitar o trabalho coletivo. Segundo o gestor do projeto de Minérios do Sebrae Paraíba, Marcos Magalhães, as cooperativas hoje agregam 600 produtores. Durante o evento duas palestras mostram casos de cooperativismo que poderão servir de exemplo para os paraibanos.

“As palestras foram escolhidas para dar mais visão do que é um cooperativismo funcional e perfeitamente aplicável no Curimataú e Seridó. São pessoas que dirigem cooperativas de cerâmica vermelha de Santa Catarina e sabem manter um negócio de minérios. É um exemplo de gestão a forma como eles trabalham. Os cooperados da Paraíba precisam desses conhecimentos. Tem que ter gestão, se não eles não conseguem bons resultados”, explicou.

A ideia do Seminário partiu dessa nova perspectiva de mercado, de ter gente mais informada produzindo, principalmente para consolidar as práticas de autossustentabilidade. Haverá a explanação do Departamento Nacional da Produção Mineral (DNPM), que tem um projeto que classifica todos os tipos de minerais.

“Um dos palestrantes, Isaldir Antônio, vem trazer a experiência dele numa gestão cooperada de uma cidade com seis mil habitantes que possui quase um terço dessa população nos minérios. A cidade é Ametista do Sul (RS), que tem atualmente 1400 cooperados e ainda desenvolve um trabalho de turismo atrelado à mineração”, comentou o gestor.

O Seminário é itinerante e já passou pelas cidades de Pedra Lavrada, no Curimatáu, Junco do Seridó e Várzea, no Sertão. Desta vez, Picuí foi escolhida porque já tem curso de tecnólogo de Mineração e de Geologia (IFPB). O evento é realizado pela Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais (CDRM), Sudema e Sebrae. Recebe apoio dos ministérios de Minas e Energia, Exército e da Integração, além do curso de Engenharia de Minas (UFCG e IFPB).

Exploração – A Paraíba é rica em minérios, pois faz 70 anos que as pedras semipreciosas são exploradas em seu território, segundo Marcos. Mesmo com avanços de empreendedorismo, o Estado tem os seus gargalos nessa área, como os depósitos dos produtos. Por esta razão, a área é composta apenas por micro e pequenas empresas de mineração.

“Já temos áreas formalizadas, equipamentos e duas cidades no Curimatáu que possuem unidades de beneficiamento mineral, Pedra Lavrada e Nova Palmeira. Os garimpeiros da Paraíba e do Rio Grande do Norte são empreendedores. Onde existe mineração, não há miséria. A opção de trabalhar em clima seco ou sem chuvas dá algumas soluções a eles”, disse.

As cooperativas paraibanas são Coopevarzea (Várzea), Coopjunco (Junco do Seridó), Comitel (Pedra Lavrada), Coogarimpo (Nova Palmeira), Coopicuí (Picuí), Coopermineral (Frei Martinho), Coomar (Assunção)

Programação
8h – credenciamento;
9h30 – abertura;
10h30 – Palestra “Organização e Gestão da Cooperativa de Exploração Mineral e Sindicato da Indústria da Cerâmica Vermelha”, com o presidente da Coopemi/Sindicer (SC), Sérgio Pagnan;
11h30 – Palestra: “A importância da Organização dos Pequenos Mineradores para a Economia da Região de Ametista do Sul”, com o presidente da Cooperativa de Garimpeiros do Médio Alto Uruguai Ltda. (Coogamai), Isaldir Antônio Sganzerla;
12h10 – encerramento;
12h30 – almoço.

Ascom

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe