Por pbagora.com.br

 A Fundação Xuxa Meneghel, em Pedra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, sediou na tarde desta segunda-feira (2) o encerramento do 1º Campeonato de Futebol e Cidadania da Fundação Xuxa Meneghel, com participação de crianças e adolescentes de escolas, ONGs e grupos comunitários do Estado.

 

Times da Escola Zico 10 (Costa Rica) e Vila Olímpica Dr. Sócrates (Alemanha), Centro Cultural Social Lutando por Quem Precisa (Japão) e Projeto Marcos Farinha (México) participaram do campeonato, que teve o como vencedor o time da Escola Zico 10.

 

No clima pré-Copa, Xuxa falou sobre sua expectativa sobre o campeonato mundial e o desânimo do público.

 

“As pessoas estão revoltadas, é serio, querem saber porque esse dinheiro todo foi gasto, mas uma coisa não tem a ver com a outra. Temos que torcer pro Brasil e torcer para que nossos dias melhorem, em algum dia na vida isso terá que acabar, é muita corrupção, mas agora a gente não pode deixar é de incentivar os jovens a fazerem esportes, não tem nada a ver uma coisa com a outra e aqui está a maior prova de que o futebol faz parte do Brasil. Tem muitos meninos ótimos”, disse a loura aos jornalistas.

 

Feliz com a adesão ao campeonato, Xuxa destacou a importância de incentivar futuros campeões.

 

“Aqui tudo é ligado a atividades esportivas. São coisas que a Fundação acredita. A escola do Zico, que venceu, faz um trabalho muito bonito. A ideia é mostrar que eles podem ser campeões não só no campo, mas na vida”, destacou.

 

Afastada da telinha desde o início do ano,Xuxa revelou que só volta em 2015.

 

“Esse ano parei no dia 6 de janeiro, veio o Carnaval, depois é a Copa, depois é votar e depois já é Natal. Eu realmente deveria apresentar algum projeto, mas não apresentei nada ainda. Vamos esperar 2015 pras ver o espaço que tem na Globo. Agora estou cuidando de mim, da minha mãe, dos meus projetos. Um aninho sem me ver é bom pra vocês descansarem da minha cara… Quem sabe faço uma plástica e vocês me verão diferente quando eu voltar?”, brincou.

 

Certa de que vai torcer e muito pela Seleção Canarinho, Xuxa ainda não sabe exatamente como serão seus dias durante a Copa.

 

“Todo os anos eu torço, vou ver a abertura e não sei se vou nos outros jogos. Eu e todos os brasileiros estamos meio sem vontade, mas na hora a gente vai gritar, vamos xingar o juiz, vamos virar técnicos, entendidos mesmo sem entender nada! O que a gente quer é que o Brasil ganhe. Vamos botar a camisa, gritar e ficar sem voz, acho que isso é o quem vai acontecer pra mim e pra todo mundo”, disse.

O Fuxico