O projeto Forró na Vila, gerenciado pela Agência Municipal de Desenvolvimento (AMDE), chega a mais uma edição no próximo sábado (02), abrindo o mês natalino com muito forró. O arrasta pé gratuito que acontece na Praça de Alimentação da Vila do Artesão começa às 14h e será comandando pelo Trio Forró Campina.

         

  Além do tradicional arrasta pé, a Via do Artesão realizará outras ações no mês de dezembro. Próximo dia 6, acontecerá o desfile do Artesanato e Moda na Vila II. Também há previsão da decoração natalina que breve estará à disposição e todos que desejam apreciar o clima de Natal.

 

Conforme o presidente da AMDE, vereador licenciado Nelson Gomes Filho, as ações realizadas ao longo do ano, colocaram a Vila do Artesão no gosto popular. “O ano não chegou ao fim, mas já podemos afirmar que a Vila do Artesão hoje, é muito mais frequentada e caiu no gosto das pessoas, se tornando parada obrigatória para turistas de diversos lugares do Brasil e do mundo. Tudo isso é fruto de um trabalho com planejamento que contou sempre com o apoio do prefeito Romero Rodrigues e com o suporte de toda uma equipe empenhada no seu trabalho”, disse o chefe da pasta.

 

O projeto Forró na Vila acontece sempre aos sábados, das 14h às 17h, com o objetivo de oferecer, de forma gratuita aos visitantes, permissionários e turistas, apresentações de forró de diversos artistas campinenses.

          

 Além das programações artísticas, o público que visitar a Vila do Artesão aproveitará o espaço público para conhecer o artesanato produzido em Campina Grande. São mais de 200 artesãos produzindo e comercializando seus produtos. A Vila do Artesão funciona das 10h às 18h da segunda-feira ao sábado.

 

Codecom-CG

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPF pede informações ao Ibama sobre medidas para minimizar danos provocados por óleo no litoral da PB

O Ministério Público Federal (MPF) expediu, nesta terça-feira (15), ofício ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para que informe, em dez dias, quais medidas…