A Paraíba o tempo todo  |

Temperatura despenca e termômetros devem registrar clima ainda mais frio, na PB

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Quem vê as imagens de frio no Sul do País, com os termômetros registrando baixas temperaturas, com neve e chuva congelada,  pode se perguntar porque no Nordeste, o clima também não fica gelado?. Mas no Brejo,  Agreste e Cariri da Paraíba, as temperaturas também despencaram neste começo de inverno.

A cidade de Monteiro, no Cariri da Paraíba, tem registrado baixas temperaturas. No começo desta semana, a cidade registrou 14,9ºC, caindo para 14,4ºC na madrugada da última terça-feira (29), a menor temperatura da região em 2021. Em cidades do Brejo como Areia, Bananeiras e Pillar, os termômetros também registraram baixas temperaturas.
É verdade que a queda de temperatura nas cidades paraibanas  não se iguala ao clima congelante registrado nas cidades como Urupema, Bom Jardim da Serra, Urubici e São Joaquim em Santa Catarina, Gramado e São José dos Ausentes na Serra Gaúcha. No entanto, o clima frio nesses municípios, pode ser um fator para impulsionar o turismo no período do inverno.
No inverno do ano passado, duas cidades do Cariri da Paraíba registraram temperaturas inferiores a 15ºC na madrugada desta terça-feira (7). Cabaceiras registrou 14,6ºC e Monteiro, 14,5ºC.  Já a  cidade de Matureia, no Sertão paraibano, chegou a registrar uma temperatura de 12ºC, o dia mais frio do ano.

De acordo com meteorologistas da Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA) Marle Bandeira,  as temperaturas durante o verão, de dezembro a março, são mais altas. No outono, elas já começam a ficar mais amenas, mas é no inverno que as temperaturas mais baixas são registradas.

A meteorologista  explicou que julho e agosto são os meses mais frios do ano em regiões como Brejo e Agreste paraibano. No inverno, as temperaturas são climatologicamente mais amenas nessas regiões.

Segundo Marle, as temperaturas mínimas nas regiões do Agreste, Brejo e Litoral devem chegar até 16°C. Porém, no Cariri, no mês de agosto as temperaturas podem ser ainda mais baixas.

A previsão é de madrugadas geladas em cidades como Areia e Monteiro.  Em Campina Grande, no Agreste paraibano, a madrugada mais fria do ano foi registrada no dia 27 de junho, com 17,1ºC, variando mais 17,2ºC na madrugada.

Em Sousa, no Sertão da Paraíba, as temperaturas também têm apresentado uma queda, principalmente durante a madrugada. No último domingo, a cidade registrou uma temperatura de 15,6ºC.

A estação do frio termina no dia 22 de setembro, data em que tem início a primavera. As menores temperaturas devem continuar a ser registradas durante a madrugada. Segundo a meteorologista Marle Bandeira, agosto será o mês mais frio. No inverno, as temperaturas são climatologicamente mais amenas. Segundo a especialista, as temperaturas atingem valores mínimos, variante sempre de uma região para outra do estado.

Severino Lopes 
PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe