Por pbagora.com.br

 O profeta Moisés, personagem principal da novela Os Dez Mandamentos, recém-estreada na Record, virou ‘Momô’ na sátira bíblica protagonizada pela atriz Rogéria no Tá no Ar de quinta-feira (26), na Globo.

Foi com esse grau de intimidade que a travesti mais famosa da televisão apresentou uma versão com gírias gays de passagens do livro sagrado do Cristianismo.
Quando Moisés subiu a montanha todo trabalhado naquela bata branca finérrima, um monte de gente fofoqueira foi logo atrás pra saber o que era. E Momô arrasou, vamos combinar, né amiga? Que babado foi aquele? O povo só não gostou da parte ‘não cometerás adultério. Afinal, quem não gosta de fazer a louca e dar uma puladinha de cerca, hein?, ironizou Rogéria, em um dos esquetes.

O humorístico liderado por Marcelo Adnet e Marcius Melhem fez, intencionalmente ou não, uma provocação à Record, comandada pelo bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus.

Impossível não concluir que a sátira teve como alvo a novela Os Dez Mandamentos. A produção milionária estreou na segunda-feira (23) e tornou-se um sucesso imediato. Tem registrado médias de audiência entre 11 e 13 pontos, mais que o dobro da trama anterior, Vitória.

Na esquete final do Tá na Tela, exibida durante a rolagem dos créditos, o humorista Márcio Vito interpretou um evangélico radical: Não vejo esse programa (Tá no Ar), não. O pastor disse que quem assiste à Rede Globo é tudo depravado, flamenguista, comunista.

A inspiração do texto é óbvia: o boicote contra a emissora proposto por algumas lideranças evangélicas, em resposta aos beijos do casal de lésbicas formado por Fernanda Montenegro (Teresa) e Nathália Timberg (Estela) na novela Babilônia.

Terra

 

Deixe seu Comentário