Para comemorar 25 anos de baladas românticas, o Simply Red aterrissa em São Paulo para duas apresentações no Credicard Hall – onde promete botar o público para dançar a noite inteira. Mais surpreendente do que saber que a banda já vendeu 50 milhões de discos é descobrir o passado do vocalista Mick Hucknall, um punk que começou a fazer música depois de assistir a um mítico show do Sex Pistols na cidade de Manchester, em 1976.

 

No mesmo espetáculo, músicos que formariam o Joy Division, The Smiths e o Buzzcocks dividiam a atmosfera revolucionária. ?Aquele foi um momento de enorme inspiração, que afetou uma geração inteira?, escreveu Hucknall, por e-mail. Único remanescente da formação original do Simply Red, o cantor expõe os maiores feitos daquela época em que se divertiu no palco com sua primeira banda, o The Frantic Elevators, por sete anos. ?Minhas maiores lembranças são os shows que abrimos para o The Fall, Magazine e o Sham 69.?

 

Mas de repente, Hucknall decidiu se aproximar da soul music e do pop romântico. Fundou o Simply Red, em 1984, e regravou uma música do The Frantic Elevators chamada Holding Back the Years, em uma levada bem mais soft. A música virou a número 1 nos Estados Unidos e Reino Unido. ?Mudei completamente o meu estilo, cansei de estar com raiva o tempo todo?, justifica. Para os dois shows em São Paulo, hoje e amanhã, Hucknall dá o seu recado: ?Espero que todo o público aproveite, que dance, que cante. Esta é uma turnê de grandes sucessos e é exatamente isso que vamos fazer: tocar 25 músicas que entraram nas paradas de todo o mundo.?

 

estadao.com.br

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Bananeiras quer ser uma referência em evento literário e começa com grande festival

A cidade de Bananeiras, no Brejo da Paraíba, tem a pretensão de ser uma referência paraibana na realização de evento inerente também à literatura. Já é no que se refere…