Por pbagora.com.br
Renato Russo, vocalista do “Legião Urbana”.

A Delegacia de Repressão contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) faz uma operação, nesta segunda-feira (26), para tentar encontrar músicas inéditas do cantor e compositor Renato Russo, que estariam com o dono de um estúdio de gravação em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Renato, que morreu em 1996, teria utilizado o local durante seus últimos anos de vida. No estúdio, a polícia apreendeu CDs, HDs e torres de computador.

A investigação começou há um ano, quando Giuliani Manfredini, filho de Renato e dono dos direitos autorais de sua obra, fez a denúncia na delegacia.

G1

Deixe seu Comentário