A Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) faz o primeiro concerto oficial, abrindo a temporada de apresentações deste ano, no próximo dia 12 de março, quinta-feira, às 20h30, no Cine Bangüê do Espaço Cultural José Lins do Rego, em Tambauzinho. A apresentação da Jovem será com peças clássicas e solo de trompete do músico Heliéber Pessoa, e regência do maestro titular Luiz Carlos Durier. A entrada é franca.

No programa a ser apresentado, composições de Ernest Mahle, com a peça “Suíte Pernambuco”; de A. G. Arutiunian, e “Concerto para Trompete em Lá Maior”, com solo de Heliéber Pessoa. Após o intervalo, será executada a peça de F. Schubert, “Sinfonia nº 1 em Ré Menor, D 82.”

A Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba abre a Temporada 2009 com um grande concerto, trazendo no repertório a música brasileira inédita de Ernest Mahle em comemoração aos seus “80 Anos de Vida”, a música do armênio Arutiunian com concerto para trompete, com o “debut” do solista convidado Heliéber Pessoa, integrante da orquestra e a Sinfonia nº. 1 de Schubert escutada pela primeira vez em solo paraibano. Uma grande novidade para os ouvintes.

O concerto abre com a Suíte Pernambuco do compositor austríaco naturalizado brasileiro Ernest Mahle. Esta maravilhosa página musical tem inspiração nos folguedos do estado vizinho e foi dedicada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A suíte tem três movimentos intitulados Viva o nosso Rei na Corte, Nas Águas Verde do Mar e A Bandeira. Todos de grande energia rítmica, muito alegres e dançantes. Tudo para empolgar os ouvintes.

Em seguida é a vez de o solista Heliéber Pessoa apresentar o Concerto para Trompete em Lá Bemol Maior de Alexander Arutiunian. A música tem uma forte influência e características rítmicas e melódicas da cultura armênia. Como compositor, ele exprime a sua nacionalidade, incorporando o sabor de ashughner (folk menestrel) e improvisações. Ele foi escrito em 1950 para o famoso trompetista soviético Timofei Dokschitzer. O concerto tem três movimentos interligados numa brilhante fantasia, as melodias soam por vezes romântica, vigorosa e alegre. O ritmo é marca desta obra prima.

Encerraremos a noite com a Sinfonia Nº. 1 em Ré M, D. 82 de Franz Schubert, um dos mais criativos e inventivos compositores do século XIX. Esta sinfonia foi concluída em 28 de Outubro de 1813, quando o compositor tinha apenas 16 anos de idade. É inegável que a influência de Haydn, Mozart e Beethoven foi muito forte no jovem Schubert. O primeiro movimento tem uma introdução lenta que se liga ao Allegro vivace rico em harmonias, o segundo é uma bela canção (lied). O minueto é uma dança formosa. O quarto movimento é eloqüente onde poderemos viajar em grandes modulações.

Segundo o maestro, professor e pesquisador musical, Luiz Carlos Durier, regente da Jovem, “a orquestra inaugura a Temporada 2009 com uma bela seleção musical, o que será a tônica de todos os concertos, ou seja, alegria e emoção sempre. Em particular serão as homenagens aos grandes compositores celebrados este ano, a exemplo de J. Haydn, Marlos Nobre e Villa-Lobos. Durier diz que “a orquestra é uma grande escola na formação de músicos e de platéia. Nosso objetivo é sempre alegrar e divertir o povo da Paraíba”, finaliza.

SECOM

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ao menos dois influencers da Paraíba participarão do BBBXP

Os influencers paraibanos, Neto Guedes e Laura Brito foram selecionados para integrar o novo elenco do BBBXP, que trará novidades da casa mais vigiada do Brasil, antes do reality começar.…

Escola de Samba Pavão de Ouro abre 2020 no Sabadinho Bom

Após um período de ajustes das agendas dos artistas, o projeto Sabadinho Bom retorna com sua programação gratuita, na Praça Rio Branco, no Centro Histórico da Capital. Neste sábado (18),…