Por pbagora.com.br

O juiz da Comarca de Santa Luzia, Fernando Brasilino Leite confirmou na tarde desta quinta-feira (06), a reportagem do portal PB Agora, a existência do inquérito da Polícia Federal que apura o envolvimento de mais de 20 pessoas com o trafico de drogas na região de Patos. Apesar da confirmação, Brasilino negou que haja envolvimento do prefeito Nabor Wanderley (PMDB) e da deputada Francisca Motta (PMDB) no esquema.

Conforme Brasilino, o Ministério Público tem conhecimento da investigação e já realizou denúncia sobre o caso. Todas as pessoas citadas no processo serão notificadas e, após confirmação da notificação, terão10 dias para responderem.

“O processo existe sim e é do conhecimento do Ministério Público, no entanto não existe envolvimento do prefeito de Patos Nabor Wanderley e nem tampouco da deputada Francisca Motta, os nomes citados são outros”, esclareceu.

O juiz acrescenta que não só pessoas da região de Patos estão envolvidas no esquema, mas também vários outros suspeitos polarizados em Estados vizinhos.

Brasilino esclareceu que não tem conhecimento do conteúdo do Jornal do PSDC e que está a disposição para tirar quaisquer dúvidas sobre o inquérito.

“O inquérito está no cartório e é público para que qualquer pessoa ver, no entanto, para se retirar cópias estão aptas apenas às partes envolvidas ou os advogados habilitados”, explicou. 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Lei cria Dia Nacional do Sanfoneiro, em homenagem a Sivuca

A data de nascimento do músico paraibano Severino Dias de Oliveira, Sivuca, a partir de agora também é de comemoração ao Dia Nacional do Sanfoneiro. O dia 26 de maio…