A polícia holandesa recuperou oito valiosas pinturas, incluindo trabalhos de Renoir e Pissaro, roubadas há 22 anos de uma galeria na cidade de Maastricht. A Procuradoria-Geral da Holanda disse, por meio de um comunicado, que três suspeitos foram presos: um alemão de 45 anos, que vive em Dubai; sua mãe, de 62 anos; e outro homem, de 66 anos. Suas identidades não foram reveladas e eles serão apresentados a uma corte judicial amanhã.

Algumas das pinturas, roubadas em 1987 da galeria Noortman, foram dobradas e estão muito danificadas, segundo a Procuradoria. Um especialista vai analisar as obras.

Procuradores disseram que a polícia encontrou as pinturas depois que os suspeitos tentaram vendê-las a uma companhia de seguros, que pagaria cerca de 2,3 milhões de euros. Dos oito trabalhos roubados, seis foram encontrados na cidade de Valkenburg e outros dois no vilarejo de Walem, onde um dos suspeitos vive. As pinturas incluem trabalhos de Pierre-Auguste Renoir, Camille Pissarro, David Teniers, Willem van de Velde, Jan Brueghel, Eva Gonzales e Paul Desire Trouillebert.

 

estadao.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário