Por pbagora.com.br

 Luiza (Bruna Marquezine) e Helena (Julia Lemmertz) terão uma briga tão séria, que a mãe da jovem vai agredir a filha na novela “Em família”. Tudo porque Luiza descobre a caixa em que ela guarda as lembranças de Laerte (Gabriel Braga Nunes). Ao vê-la com seus pertences, Helena grita de raiva e segura a filha com força, que reclama que ela a está machucando. “Mas é para machucar mesmo! Quem te autorizou a abrir o meu armário e mexer nas minhas coisas?”, brada. “Você não tinha o direito de esconder de mim essa história!”, retruca Luiza.

Helena fica mais agressiva. “Que é que você sabe sobre a minha vida e os meus direitos? Sai daqui! Some!”, grita, empurrando-a para longe. Luiza quase cai. Chora. ‘Era por isso que você parecia tão curiosa quando eu falava dele?”, dispara a estudante. “Me respeite, Luiza! E respeite o seu pai! Não sei do que você está falando. Não sei quem é ‘ele!’ – ‘Ele’, pra mim, não é ninguém!”, afirma Helena.

Mas Luiza insiste no assunto. “Era ele sim, não tente me enganar mais uma vez! Ele é o tal primo que muitas vezes vocês falavam em voz baixa!”, constata. Nervosa, Helena manda a filha calar a boca. “Foi ele que te deixou no altar no dia do casamento?”. A leiloeira nega: “É mentira! Ninguém me deixou no altar. Nem ele, nem homem nenhum!”. Mas Luiza é enfática: “Foi ele, sim, só pode ser! O primo que foi condenado e que desapareceu pra sempre!”

Helena volta a segurar a filha, estapeando-a na base de onde pegar, pegou. Luiza se defende como pode. Mas ao mesmo tempo que se enfurece, ela começa a perder o ímpeto e sentindo aquela vontade incontrolável de chorar. A filha percebe a fragilidade da mãe, ela também já fragilizada. Virgílio (Humberto Martins) entra e fica imóvel, ouvindo estarrecido a discussão.

Helena, então, dispara: “Esqueça o que viu e o que fez. Isso tudo só interessa a mim e não tem nada a ver com a nossa vida. Nada a ver com o seu pai, nem com você. É meu, só meu”. E cai num choro sentido, amparada pela filha assustada. “Eu lá, mãe, perto dele, conversando com ele, encantada com tudo que ele falava. Hipnotizada pela música dele – sem saber de nada! Por que escondeu essa história? De vergonha?”, indaga a filha.

Mas a leiloeira manda que ela saia dali. Tentando amenizar as coisas, Virgílio pede que a filha saia do quarto. “Pensei que fôssemos uma família que dividisse os problemas e todos se ajudassem a superar e a esquecer as coisas ruins! O que mais vocês escondem, hein? Quem sabe eu sou uma filha adotada? Ou será que não sou sua filha, pai? Mas filha de um outro?”, diz, mordaz.
Virgílio pede que a filha não piore as coisas e vai quase carregando Luiza para fora da suíte. “Eu amo você, mãe! Só queria ser sua amiga! Só isso!”, chora a jovem. “Prefiro que me respeite!”, grita Helena.

Extra Online

 

 

Notícias relacionadas

Novo decreto em Cabedelo, PB, permite apresentações musicais em bares e restaurantes

Um novo decreto com medidas restritivas contra a Covid-19, em Cabedelo, entra em vigor a partir desta quarta-feira (21), e segue até 2 de maio. O texto, em alinhamento com…

Foto de Juliette beijando Ranniery Gomes viraliza e cantor se pronuncia

Após uma foto antiga da participante paraibana do “BBB 21” Juliette Freire, beijando o cantor Ranniery Gomes ter viralizado na internet, o artista veio a público se pronunciar. De acordo…