A Paraíba o tempo todo  |

Foto de ‘Irmã Zuleide’ é de americana

O DJ Álvaro Oliveira Rodrigues, de 20 anos, criador da ‘Irmã Zuleide’, trocou as fotos do personagem nas redes sociais. Ele havia sido detido em Santos, no litoral de São Paulo, por utilizar, de forma indevida, a foto de uma professora de Campinas. Mesmo após ser autuado, o DJ resolveu colocar mais uma imagem de uma pessoa real.

O G1 encontrou a nova imagem utilizada pela ‘Irmã Zuleide’ no site de notícias americano West Orlando News. Segundo informações encontradas no site, o rosto percente a uma presidiária americana de 29 anos. Ainda de acordo com o site, ela foi detida em 2011 por tráfico de medicamentos ilegais.

Álvaro, se condenado, poderá ter que prestar serviços para a comunidade como pena. Já o primeiro rosto da Irmã Zuleide, a professora de Campinas, passa, segundo a polícia, por problemas psicológicos e é esperada, ainda nessa semana, para prestar novo depoimento no 1ºDP em Santos. 
 

O caso

A página “Irmã Zuleide” no Facebook, que utiliza um tom cômico para tratar assuntos do cotidiano, ganhou destaque há quase dois anos, e já acumula mais de 2,1 milhões de seguidores. A polícia começou a investigar o DJ porque a foto utilizada no perfil é, na verdade, de uma professora de Campinas – que afirma ter sofrido transtornos com a exposição e acionou a polícia para remover o conteúdo da internet.

Quando informada que o dono da página faria um show em uma casa noturna do Centro de Santos, a professora seguiu, com seu advogado, para a Baixada Santista e procurou o 1º Distrito Policial da Cidade. Segundo a polícia, Rodrigues não estava caracterizado como “Irmã Zuleide” quando identificado pelos policiais, mas foi encontrado e detido.
 

O DJ, que é natural do Rio Grande do Norte, admitiu ser o autor do personagem. Em depoimento, disse que a intenção da página era satirizar uma igreja evangélica, e que a foto da professora foi achada em uma pesquisa aleatória feita por um buscador. Ele foi liberado em seguida.
 

 

G1

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe