O Fortim do Queijo, em Olinda, no Grande Recife, foi o cenário perfeito para a abertura oficial do Carnaval de Pernambuco na noite desta sexta-feira (13). Símbolos da cultura popular pernambucana, como caboclos de lança, passistas de frevo e caretas, marcaram presença na festa, mostrando toda a diversidade da folia do Estado.

O governador Eduardo Campos abriu oficialmente o evento e aproveitou para convidar os turistas, dando um molho especial à eterna rixa de que tem o melhor Carnaval, Pernambuco ou Bahia. “Quem quiser o Carnaval mais autêntico, mais popular, sem corda e sem precisar comprar abadá, pode vir para Pernambuco”, alfinetou.

Logo em seguida, foi a vez da Orquestra Jaguar – a maior orquestra de frevo do mundo, com seus 570 músicos – fazer todo mundo pular. Mestre Salustiano, que faleceu há seis meses e é o homenageado do Carnaval 2009, foi reverenciado durante a apresentação do espetáculo Rabeca Encantada, realizado por seus familiares. A Orquestra Popular do Recife assumiu depois o comando, embalando os foliões.

Neste sábado (14), a partir das 19h, se apresentam no Polo Pernambuco, com está sendo chamado o palco do Fortim do Queijo, Matingueiros, Junio Barreto e Mart’nália.

 

JC Online

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Caranga Fest: Bayeux comemora 60 anos com três dias de festa

Com o intuito de colaborar com a economia da cidade, bem como resgatar os valores culturais e festivos da região, a Prefeitura Municipal de Bayeux, realizará o Caranga Fest 2019,…