O Fortim do Queijo, em Olinda, no Grande Recife, foi o cenário perfeito para a abertura oficial do Carnaval de Pernambuco na noite desta sexta-feira (13). Símbolos da cultura popular pernambucana, como caboclos de lança, passistas de frevo e caretas, marcaram presença na festa, mostrando toda a diversidade da folia do Estado.

O governador Eduardo Campos abriu oficialmente o evento e aproveitou para convidar os turistas, dando um molho especial à eterna rixa de que tem o melhor Carnaval, Pernambuco ou Bahia. “Quem quiser o Carnaval mais autêntico, mais popular, sem corda e sem precisar comprar abadá, pode vir para Pernambuco”, alfinetou.

Logo em seguida, foi a vez da Orquestra Jaguar – a maior orquestra de frevo do mundo, com seus 570 músicos – fazer todo mundo pular. Mestre Salustiano, que faleceu há seis meses e é o homenageado do Carnaval 2009, foi reverenciado durante a apresentação do espetáculo Rabeca Encantada, realizado por seus familiares. A Orquestra Popular do Recife assumiu depois o comando, embalando os foliões.

Neste sábado (14), a partir das 19h, se apresentam no Polo Pernambuco, com está sendo chamado o palco do Fortim do Queijo, Matingueiros, Junio Barreto e Mart’nália.

 

JC Online

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Dez mil brasileiros participam da canonização da Irmã Dulce no Vaticano

Cerca de 50 mil pessoas acompanharam o rito de canonização da brasileira Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, a irmã Dulce, e de outros quatro beatos, realizado na manhã…

Zé Ramalho faz confidências de sua vida e revela como parou o vício

Um dos ícones da música brasileira, o paraibano de Brejo do Cruz Zé Ramalho, confidenciou detalhes de sua vida que alguns fãs não conheciam no programa Conversa com Bial.Há 40…